Color_correction_system_Avi-Drome.jpg

A Imagem no Cinemalogia

O Curso Cine­ma­lo­gia da ideia ao filme’ irá abor­dar nos dias 1,23 de maio os dois últi­mos módu­los téc­ni­cos, desta vez dedi­ca­dos à ima­gem.

Come­ça­mos pelos pro­ces­sos de cor­rec­ção de cor, com a ori­en­ta­ção de Marco Ama­ral nos dias 1 e 2 de Maio, onde serão abor­da­dos os prin­cí­pios da cor­rec­ção de cor e as fer­ra­men­tas dis­po­ní­veis, além dos for­ma­tos e câma­ras de vídeo digi­tais. Durante a for­ma­ção de Colour Grad­ding, será dado o acom­pa­nha­mento da cor­rec­ção de cor do pro­jecto Nunca é Tarde”, fil­mado pelos alu­nos, sendo con­tra­posto com exem­plos de pla­nos de fil­mes, já ter­mi­na­dos, onde o for­ma­dor cola­bo­rou.

Marco Ama­ral é um colo­rista base­ado em Lis­boa. Tem tra­ba­lhado prin­ci­pal­mente em cur­tas e lon­gas-metra­gens. Esteve envol­vido em mais de 50 fil­mes de vários paí­ses, fil­ma­dos em 16mm, 35mm e nos vários for­ma­tos de video,muitos deles sele­ci­o­na­dos para os mai­o­res fes­ti­vais por todo o mundo.

No Domingo, 3 de Maio, abor­da­re­mos os títu­los de fil­mes. Os títu­los em cinema são uma peça cru­cial à intro­du­ção de um filme, esta­be­le­cem o ambi­ente e fun­ci­o­nam como um pre­lú­dio à expe­ri­ên­cia que se lhes segue. A cri­a­ção de títu­los põe em con­fronto dinâ­mi­cas pro­ces­su­ais do cinema e do design grá­fico. Torna-se então impor­tante conhe­cer mais a fundo temas como a tipo­gra­fia e os motion graphics, bem como per­ce­ber téc­ni­cas de tra­ba­lho típi­cas do design, que faci­li­tem a cri­a­ção de uma peça coe­rente com o filme que está em pro­cesso.

Este módulo pro­põe uma via­gem pelos mais inte­res­san­tes exem­plos his­tó­ri­cos de design de títu­los e intro­duz as fer­ra­men­tas teó­ri­cas e prá­ti­cas para a ela­bo­ra­ção de sequên­cias de títu­los ori­gi­nais.

Síl­vio Tei­xeira nas­ceu em Trás-os-Mon­tes, licen­ciou-se em Design pela Uni­ver­si­dade de Aveiro (com pas­sa­gem pela Uni­ver­sità IUAV di Vene­zia) e fez o curso Pro­fis­si­o­nal de Foto­gra­fia no IPF do Porto. De seguida foi viver e tra­ba­lhar para Ams­ter­dão por 1 ano onde per­ce­beu que Por­tu­gal era, afi­nal, um sítio bom para viver. Ape­sar disso, pas­sou ainda pelo estú­dio Soon in Tokyo” em Bar­ce­lona, e mais tarde por Viena, cola­bo­rando com o desig­ner Chris­tof Nar­din, por exem­plo, no trai­ler do fes­ti­val Vienna Design Week ’12.

Regres­sou há cerca de 2 anos para Por­tu­gal, vive em Lis­boa e tra­ba­lha como fre­e­lan­cer, fre­quen­te­mente para o Canal Q, Pro­du­ções Fic­tí­cias e para o músico Moul­li­nex, a par com outros pro­jec­tos sor­ti­dos. Os pro­jec­tos que rea­liza são por ten­dên­cia multi-dis­ci­pli­na­res, den­tro das áreas de direc­ção de arte, design grá­fico, inte­rac­ção, video, foto­gra­fia ou ceno­gra­fia.

Os seus pro­jec­tos foram mencionados/​publicados, entre outros, pelos sites: wired, moti­o­no­grapher, under­con­si­de­ra­tion, desig­nob­ser­ver, boo­o­o­o­oom, P3NME.

As ins­cri­ções para o módulo de Colour Gra­ding estão lota­das. Para os res­tan­tes módu­los poderá ins­cre­ver-se em www​.cami​nhos​.info/​c​i​n​e​m​a​logia

Related Posts