Tiago Santos

Posts by Tiago Santos

16298699_1446327222058572_6132737782311881097_n.jpg

A Gestão e Concepção de Produções e a Direcção de Arte no Ensino do Cinema

No pró­ximo fim de semana, o curso de cinema cine­ma­lo­gia’ irá abor­dar o pro­cesso de Ges­tão e Con­cep­ção de Pro­du­ções Cine­ma­to­grá­fi­cas, com a ori­en­ta­ção de Fer­nando Ven­drell, e Direc­ção de Arte’ com Cate­rina Cuci­notta. As ins­cri­ções con­ti­nuam dis­po­ní­veis para os módu­los rema­nes­cen­tes do curso. 

saber mais

2016-12-23-postal-de-natal.png

Boas Festas e Próspero Ano Novo

Os Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês fazem votos de boas fes­tas e de um prós­pero ano novo reche­ado de Cinema Por­tu­guês. Os Cami­nhan­tes, relem­brando as pala­vras do poeta Antó­nio Machado, têm a opor­tu­ni­dade de fazer cami­nho ao andar” nesta época fes­tiva. Ofe­re­ce­mos aos nos­sos entu­si­as­tas segui­do­res a opor­tu­ni­dade de come­çar em 2017 a dar as pri­mei­ras pega­das na pro­du­ção cine­ma­to­grá­fica.

saber mais

17031710761_112a0fae6a_b.jpg

(Per)Curso da Ideia ao Filme’

O desejo de criar deve estar sem­pre asso­ci­ado a uma estru­tura de conhe­ci­men­tos basi­la­res, essen­ci­ais para a edi­fi­ca­ção de qual­quer obra cine­ma­to­grá­fica. A falta de refe­ren­tes, a falta da his­tó­ria que se quer mar­car, leva a pro­ble­mas de índole artís­tica com des­ta­que para a ori­gi­na­li­dade. Ser ori­gi­nal na área do cinema é que­rer pau­tar a his­tó­ria da arte com a novi­dade (e não ape­nas a con­ti­nui­dade) e para isso torna-se essen­cial uma con­cep­ção geral daquilo que já foi feito, das regras cri­a­das comu­mente pelos outros para que hoje as pos­sa­mos que­brar se assim o dese­jar­mos.

saber mais

30383773154_97e89065c6_h.jpg

Premiados 22ª edição

Os ven­ce­do­res da XXII edi­ção dos Cami­nhos Film Fes­ti­val, já foram anun­ci­a­dos e os fil­mes Zeus de Paulo Filipe Mon­teiro e Car­tas de Guerra de Ivo M. Fer­reira são os que arre­ca­dam mais pré­mios. O Grande Pré­mio do Fes­ti­val Por­tu­gal Sou Eu, foi atri­buído a Cha­tear-me ia mor­rer tão jove­eem…, de Filipe Abran­ches. A ceri­mó­nia de entrega de pré­mios acon­te­ceu no dia 26 de novem­bro às 21h45 no Tea­tro Aca­dé­mico de Gil Vicente.

saber mais

vlcsnap-00001.png

SOBRE OLIVEIRA & BOTELHO

Manoel de Oli­veira tem sido con­si­de­rado pelos seus pares como um dos gran­des Mes­tres do cinema. Aos seus 73, como jeito de registo cine­ma­to­grá­fico da dor, memo­riza a sua casa, o aban­dono do mate­rial e a perda da esta­bi­li­dade para um novo ponto de par­tida exis­ten­cial. Ape­sar de pare­cer algo total­mente nefasto se olhado super­fi­ci­al­mente, repre­sen­tou um marco na sua car­reira, a influên­cia da busca pelo real que pode ser fic­ci­o­nado, a refe­rên­cia e amor pela arte de forma trans­ver­sal (não são raras as refe­rên­cias a Agus­tina, por exem­plo) expressa pela pelí­cula.

saber mais

vlcsnap-2016-11-22-09h28m39s566.jpg

Depois do Adeus

Momen­tos SP foi uma ses­são espe­cial dedi­cada à série por­tu­guesa Depois do Adeus’ de Patrí­cia Sequeira e Sér­gio Gra­ci­ano. Neste epi­só­dio vemos uma famí­lia que, após a queda da dita­dura do Estado Novo em 1975, se vê obri­gada a regres­sar a Por­tu­gal e a aban­do­nar a vida em Angola após uma vaga de vio­lên­cia se aba­ter no país depois do anún­cio da inde­pen­dên­cia.

saber mais