Poster-Foto-Promo-banner-v3.jpg

Como acontece a rodagem de uma curta?

Che­ga­dos a Março, os for­man­dos do curso de cinema cine­ma­lo­gia” vêem che­gar a hora da ver­dade e têm de colo­car em prá­tica os seus conhe­ci­men­tos. É a etapa ful­cral onde a pré-pro­du­ção se encon­tra com a pro­du­ção efec­tiva da obra fíl­mica, sendo neces­sá­rio res­pon­der a todas as neces­si­da­des esté­ti­cas e artís­ti­cas, sem menos­pre­zar as con­di­ções téc­ni­cas e logís­ti­cas, pos­sí­veis de atin­gir num de âmbito for­ma­tivo, aten­dendo à espe­ci­fi­ci­dade do guião desen­vol­vido pelos alu­nos.

É neces­sá­rio esco­lher acto­res, actri­zes, figu­ran­tes, locais, meios téc­ni­cos, ade­re­ços, guarda-roupa, …, um sem fim de opções que se com­bi­nam e mul­ti­pli­cam podendo o mesmo guião resul­tar num vasto número de fil­mes pos­sí­veis. Revela-se neces­sá­rio pro­ce­der a esco­lhas e assim, come­ça­mos o pro­cesso por esco­lher os nos­sos intér­pre­tes num cas­ting aberto à comu­ni­dade em que os for­man­dos, em ambi­ente for­ma­tivo ori­en­tado por João Pinhão, terão a difí­cil deci­são de esco­lher quem é quem na sua his­tó­ria. Até 3 de março pode con­cor­rer ao nosso cas­ting. Pro­cu­ra­mos actri­zes para os papeis prin­ci­pais; Maria (6), Lur­des (35) e Erme­linda (38). Ins­creva-se, é gra­tuito.

Selec­ci­o­nada a equipa que vai bri­lhar no grande ecrã, é neces­sá­rio esco­lher os locais e for­mar a equipa de roda­gem. Dizem que com Luzes, câmara e acção se começa a fil­mar, mas o pro­cesso até che­gar a este cul­mi­nar é longo, moroso e digno de um grande pla­ne­a­mento. João Fon­seca, direc­tor de pro­du­ção da Fado Fil­mes, aju­dará a nossa equipa a cons­ti­tuir os locais de fil­ma­gem, cal­cu­lar horas de tra­ba­lho e a defi­nir as res­pon­sa­bi­li­da­des de cada fun­ção den­tro do filme. Cria-se uma equipa, uma hie­rar­quia, mas acima de tudo cria-se a cum­pli­ci­dade entre os ele­men­tos da pro­du­ção com um único objec­tivo: o filme.

Con­cluí­dos os tra­ba­lhos de pré-pro­du­ção, chega o pri­meiro dia de roda­gem! Durante a roda­gem de 40 horas, numa ori­en­ta­ção tri­par­tida na Rea­li­za­ção por Telmo Mar­tins, na Direc­ção de Foto­gra­fia com Jorge Peli­cano e no Som com Emí­dio Buchi­nho, serão com­ple­men­ta­dos os conhe­ci­men­tos da for­ma­ção teó­rica com a sua exe­cu­ção prá­tica em con­texto real. Na roda­gem desta curta é deter­mi­nante a apli­ca­ção de todos os conhe­ci­men­tos adqui­ri­dos pelos for­man­dos nos módu­los ante­ri­o­res e o seu desen­lace será o mate­rial neces­sá­rio para pros­se­guir os tra­ba­lhos nas eta­pas da Pós-Pro­du­çãoDis­tri­bui­ção do Curso de Cinema – Cine­ma­lo­gia.

Esta pro­du­ção vem uma vez mais com­ple­tar o papel de divul­ga­ção e pro­mo­ção do cinema por­tu­guês, que o fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês sem­pre assu­miu, abrindo por­tas, mas do que ao con­sumo cul­tu­ral, às expe­ri­ên­cias.

O curso de cinema, Cine­ma­lo­gia, deixa o repto e con­vida a popu­la­ção da cidade a assis­tir e a par­ti­ci­par, no pro­cesso de trans­for­mar uma ideia em filme. Abrindo a porta a todos os que dese­jam conhe­cer os méto­dos de pro­du­ção de cinema, e em espe­cial da roda­gem, lan­ça­mos este mês uma pro­mo­ção com a ins­cri­ção con­junta nos módu­los de Direc­ção de Pro­du­ção, Direc­ção de Foto­gra­fia 2, Direc­ção de Som 2Rea­li­za­ção com con­di­ções espe­ci­ais. As ins­cri­ções são limi­ta­das.

Telmo Martins

Telmo Martins
Realização

É Rea­li­za­dor de Cinema e Tele­vi­são. Estu­dou na Uni­ver­si­dade da Beira Inte­rior onde se licen­ciou em Design e Mul­ti­mé­dia com frequên­cia de dis­ci­pli­nas dos cur­sos de Cinema e Elec­tro­me­câ­nica. Como Rea­li­za­dor ganhou vários pré­mios inter­na­ci­o­nais, de onde se des­ta­cam os três pré­mios arre­ba­ta­dos na XVII edi­ção dos Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, com o filme Um Fune­ral à Chuva.

Jorge Pelicano

Jorge Pelicano
Direção de Fotografia 1 e 2

Fre­quenta o mes­trado de Comu­ni­ca­ção e Jor­na­lismo, na Facul­dade de Letras da Uni­ver­si­dade de Coim­bra. Em 2012, dei­xou o Jor­na­lismo e está atu­al­mente a tra­ba­lhar como Rea­li­za­dor de Docu­men­tá­rios na pro­du­tora Até ao Fim do Mundo onde aca­bou recen­te­mente o seu último tra­ba­lho – Pára-me de repente o pen­sa­mento.

Emidio Buchinho

Emidio Buchinho
Designer, Montador e Operador de Som

Licen­ci­ado em Cinema, no ramo de Som, pela Escola Supe­rior de Tea­tro e Cinema. Diplo­mado em música e gui­tarra pela Aca­de­mia de Música e Belas Artes Luísa Todi e pelo Con­ser­va­tó­rio Muni­ci­pal de Châ­teau-Thi­erry. Espe­ci­a­lista em Som para Audi­o­vi­sual e Mul­ti­mé­dia. Dou­to­rando em Ciên­cia e Tec­no­lo­gia das Artes – Infor­má­tica Musi­cal, na Uni­ver­si­dade Cató­lica Por­tu­guesa. Pro­fes­sor uni­ver­si­tá­rio e for­ma­dor cre­den­ci­ado em Som para Audi­o­vi­su­ais e Mul­ti­mé­dia, Música Elec­tró­nica e Expe­ri­men­tal.

João Fonseca

João Fonseca
Direção de Produção

É licen­ci­ado em Cinema pela Escola Supe­rior de tea­tro e Cinema e gra­du­ado pelo Euro­pean Audi­vi­sual Entre­pe­neurs (EAVE 2000). Come­çou a sua acti­vi­dade pro­fis­si­o­nal em 1987, tendo tra­ba­lhado em diver­sas fun­ções rela­ci­o­na­das com a pro­du­ção e rea­li­za­ção de Cinema, Publi­ci­dade e Tele­vi­são.

João Pinhão

João Pinhão
Direção de Atores e Casting

Come­çou a tra­ba­lhar em Cinema como Assis­tente de Rea­li­za­ção, em 2000. Ao longo do tempo, foi alar­gando o seu raio de ação, fazendo tam­bém Dire­ção de Cas­ting em alguns dos seu tra­ba­lhos. É Assis­tente de Rea­li­za­ção em Cinema e Publi­ci­dade.

Related Posts