Cinema Científico em Contexto Educativo e Artístico


RESUMO

A divulgação das descobertas científicas ao grande público tem que ultrapassar a distância que separa o conhecimento científico do saber comum. Para se conseguir esta divulgação é necessário construir um tipo de narrativa ou enunciado para que este conhecimento fique adaptado ao público-alvo, tornando-se atrativo e inteligível.
O século XIX destacou-se na área da divulgação científica, inicialmente pela literatura e posteriormente pelas técnicas fotográficas, e pelo cinema. Estas novas técnicas permitiam aos investigadores não só a análise do movimento, mas também do que não era visível a olho nu, por ser demasiado pequeno ou demasiado grande, muito lento ou muito rápido.
As características da narrativa do cinema documental científico implicam a simplificação do enunciado divulgativo, para melhor compreensão do público, mas sem que se perda a particularidade do campo especifico da ciência que se pretende divulgar.

DATA & LOCAL

7 e 8 de Janeiro de 2017
9h00 - 18h00 (8h presenciais + 18h online ou 26h online)

(Inscrições até 26.Dez.2016)

Conservatório de Música de Coimbra


Condição Preço
Estudantes 70€
Público 90€

PLANO DA SESSÃO

– A cinematografia e investigação científica.
– Elaboração da narrativa para Cinema Científico.
– Registos cinematográficos na ciência experimental.
– Tipos de técnicas de filmagem.
– Práticas de microscopia e de microcinematografia.


Formadores

Pedro BrancoCinema Científico em Contexto Educativo e Artístico

Licenciado em Design de Equipamento pela Escola Superior de Artes e Design em Matosinhos e em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Especialista em Medicina Física e de Reabilitação e Medicina Desportiva. É Investigador Colaborador na Unidade Móvel de Estudos do Local (ELO) da Universidade Aberta.

Pedro Branco


Outros Módulos