Telmo Martins Realização

É Realizador de Cinema e Televisão. Estudou na Universidade da Beira Interior onde se licenciou em Design e Multimédia com frequência de disciplinas dos cursos de Cinema e Electromecânica. Como Realizador ganhou vários prémios internacionais, de onde se destacam os três prémios arrebatados na XVII edição dos Caminhos do Cinema Português, com o filme Um Funeral à Chuva.

Como rea­li­za­dor e pro­du­tor, rea­li­zou a longa-metra­gem Um Fune­ral à Chuva (2010); a curta-metra­gem Rupo­fo­bia (2005) pre­sente em deze­nas de fes­ti­vais de cinema pelo mundo inteiro, con­quis­tou o pré­mio ven­ce­dor de melhor fic­ção no Fes­ti­val Naci­o­nal de Vídeo e Cinema OVARVÍDEO 2005, foi selec­ci­o­nado pela rede inter­na­ci­o­nal de cinema NISIMASA (França), foi selec­ci­o­nado entre os fil­mes de 15 paí­ses para inte­gra­ção no DVD Young Direc­tors from Europe, dis­tri­buído em 15 Paí­ses e legen­dado em 5 idi­o­mas, ven­ceu o pré­mio do público no fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, assim como o pré­mio de Melhor Filme no Inter­na­ti­o­nal Film Fes­ti­val of Byala Reka, foi com­prada exi­bída no reco­nhe­cido canal de cinema Euro­chan­nel pelo mundo inteiro e sele­ci­o­nado, repre­sen­tando Por­tu­gal, para fazer parte de Uma Volta Pela Europa em 27 Cur­tas-Metra­gens pro­mo­vido pelo Euro­chan­nel. Rupo­fo­bia foi ainda edi­tado em DVD pela Fnac e dis­tri­buído comer­ci­al­mente em cinema pela Luso­mundo.

Em 3D Heróis Culturais”(2010) e Divina Inter­ven­ção (2011) ambos fina­lis­tas no Pré­mio Zon Cri­a­ti­vi­dade, e o docu­men­tá­rio em 3D Patri­mo­nium” (2008). Pro­du­ziu e rea­li­zou ainda deze­nas de filme pro­mo­ci­o­nais e publi­ci­tá­rios, a Curta Metra­gem Cros­swalk (2007), que con­quis­tou o pré­mio ven­ce­dor ISTOCK PHOTO no Inter­na­ti­o­nal Video Con­test (Canadá) e o pré­mio Ven­ce­dor FESTROIA no Sapo Videos. Foi Rea­li­za­dor e Pro­du­tor da 1ª Curta Metra­gem Por­tu­guesa de Ani­ma­ção 3D Karma que ven­ceu pré­mio Jovem Rea­li­za­dor (2002) no Fes­ti­val Naci­o­nal de Vídeo de Ovar OVARVÍDEO; a Curta-Metra­gem Sei Tudo, ven­ce­dora do Pré­mio Dis­tin­ção Novi­dad no Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cinema Digi­tal da Covi­lhã Novi­dad 2003; a Curta-Metra­gem Uten­sí­lios do Amor e Sus­peito.

Ganhou em 2010, na XVII Edi­ção do Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês os pré­mios de Melhor Longa-Metra­gem, Pré­mio do Júri de Imprensa e o Pré­mio do Público Chama Ama­rela com o filme Um Fune­ral à Chuva”. As suas obras têm mar­cado pre­sença em fes­ti­vais inter­na­ci­o­nais pelo mundo inteiro como Fes­ti­val inter­na­ci­o­nal de cinema de S. Paulo, Cine­med- Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cinema de Mont­pel­lier, Fan­tas­porto, Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cinema de Angola, Tirana Inter­na­ti­o­nal Film, Fes­ti­val inter­na­ci­o­nal de Cinema de Vuko­var, Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Shanghai, entre mui­tos outros.

Foi pales­trante nos 1º Encon­tros de Cinema de Ani­ma­ção em 2002 sobre Ani­ma­ção 3D; no Evento Amo-te Cas­cais sobre o impacto das NT no Cinema; na semana de mul­ti­mé­dia no Ins­ti­tuto Supe­rior de Artes de Cas­telo Branco sobre Ani­ma­ção 3D e Video com­po­sing; for­ma­dor em Workshop de Cinema 3D, Ani­ma­ção 3D e Cinema na Uni­ver­si­dade da Beira Inte­rior, no IATEC – Rio de Janeiro, nos Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês e no curso Cine­ma­lo­gia.

Em tele­vi­são, rea­li­zou e pro­du­ziu a série Plano X, e mais recen­te­mente rea­li­zou e co-pro­du­ziu a série da SIC Sal.

É sócio e co-fun­da­dor da Lobby Pro­duc­ti­ons.