2015-06-02-ccp-20-anos-poster-julho-web.jpg

Retrospectiva André Guiomar no Ciclo “20 Anos de Cinema Português”


Hoje, 2 de Julho, o Ciclo 20 Anos de Cinema Por­tu­guês é dedi­cado ao rea­li­za­dor Por­tu­ense André Gui­o­mar. São exi­bi­dos 3 fil­mes, onde nos será pos­sí­vel obser­var a evo­lu­ção deste rea­li­za­dor, em pro­jec­tos e con­tex­tos dis­tin­tos, durante a tran­si­ção da aca­de­mia para a sua acti­vi­dade pro­fis­si­o­nal. A ses­são começa às 22:00, no Mini-Audi­tó­rio Sal­gado Zenha, e a entrada é livre.

André Gui­o­mar nas­ceu em 1988, e vive na cidade do Porto, Por­tu­gal. É Licen­ci­ado em Som e Ima­gem”, e Mes­tre em Cinema e Audi­o­vi­sual” pela Uni­ver­si­dade Cató­lica de Por­tu­gal. Tra­ba­lhou no Cim­ba­lino Fil­mes em pro­je­tos audi­o­vi­su­ais e Vídeo Map­ping. Espe­ci­a­li­zou-se em Rea­li­za­ção e Direc­ção de Foto­gra­fia. Rea­li­zou e foto­gra­fou a curta-docu­men­tá­rio Piton que foi selec­ci­o­nada para vários fes­ti­vais de cinema e com a qual ganhou alguns prémios.A sua pri­meira longa-metra­gem como dire­tor de foto­gra­fia e edi­tor foi um docu­men­tá­rio cha­mado A Mãe e o Mar” rea­li­zado por Gon­çalo Tocha.

Tor­res, um curta-metra­gem selec­ci­o­nada nos XX Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, é a sua pri­meira expe­ri­ên­cia enquanto rea­li­za­dor de fic­ção.

Ele tam­bém tra­ba­lhou como câmera na curta-metra­gem Bici­cleta de Luis Viera Cam­pos que foi rodado no Bairro do Aleixo, Porto. Depois dessa expe­ri­ên­cia, ele deci­diu come­çar um docu­men­tá­rio sobre este Barro que pro­va­vel­mente será cha­mado A Nossa Terra, O Nosso Altar”.


Torres

Na tran­si­ção entre a ado­les­cên­cia e a idade adulta, a iden­ti­dade modela-se às von­ta­des. No tempo em que a soci­e­dade cresce em altura, a terra é difí­cil de pisar.


Rea­li­za­ção
André Gui­o­mar

Pro­du­tora
Cim­ba­lino Fil­mes, Porto

Dura­ção
1314

Argu­mento
André Gui­o­mar

Actor Prin­ci­pal
João Cou­ceiro e Cas­tro

Acto­res Secun­dá­rios
Dinis Hen­ri­ques, Gabri­ela Almeida, Ricardo Clara, Simone Almeida, João Almeida

Direc­ção de Foto­gra­fia
André Gui­o­mar e Simone Almeida

Direc­ção de Som
Dinis Hen­ri­ques

Mon­ta­gem
André Gui­o­mar

Pro­du­tor
Mafalda Rebelo e André Gui­o­mar

Pro­du­ção
Cim­ba­lino Fil­mes

Data de Con­clu­são
08/​23/​2013


Paulo Neves – Cucujães o Centro do Meu Mundo

Paulo Neves – Cucu­jães o Cen­tro do Meu Mundo”, parece um título dema­si­ado grande, porém para dizer algo bem mais sim­ples. Este docu­men­tá­rio obser­va­ci­o­nal mos­tra-nos a vida e obra do pin­tor e escul­tor Paulo Neves. Cucu­jões é o local onde vive. Chama-lhe o cen­tro do seu mundo. Podendo esco­lher sobre tra­ba­lhar na madeira ou na pedra, o seu dia a dia vai-se sem­pre modi­fi­cando, que­brando a mono­to­nia. De espí­rito des­con­traído e bem dis­posto, Paulo Neves ofe­re­ceu-nos uma opor­tu­ni­dade para con­tac­tar­mos com a sua pes­soa. Deu-nos a opor­tu­ni­dade de pas­sar­mos para ima­gem, uma certa pers­pec­tiva sua de ver a arte.


Rea­li­za­ção
André Gui­o­mar, Miguel da Santa e Vasco Puca­ri­nho

Dura­ção
17

Pro­du­ção
Fan­tas­porto, Uni­ver­si­dade Cató­lica

Data de Con­clu­são
2012


Piton

No Boxe, a dua­li­dade entre a vio­lên­cia de um con­fronto humano e um movi­mento cor­po­ral em per­feita sin­to­nia com a mente, faz com que um com­bate pareça uma core­o­gra­fia de dança. Neste docu­men­tá­rio sobre boxer Juli­ana Rocha, conhe­cida como Pitão, fil­mado a preto e branco, pre­tende-se demons­trar a pers­pec­tiva de um deporto conhe­cido como vio­lento mas pra­ti­cado por uma pugi­lista femi­nina. Atra­vés de entre­vis­tas ao pai e trei­na­dor con­tá­mos a his­tó­ria e moti­va­ções da cam­peã. Acom­pa­nhado a sua rotina e os seus com­ba­tes, docu­men­ta­mos a gran­deza de um des­porto pra­ti­cado no femi­nino, na sua ple­ni­tude.

Rea­li­za­ção
André Gui­o­mar

Dura­ção
1956’’

Pro­du­ção
Cata­rina Costa

Dis­tri­bui­ção
GAPSI Uni­ver­si­dade Cató­lica Por­tu­guesa

Elenco
Juli­ana Rocha, Álvaro Rocha e Pinto Lopes

Sound Design
Vasco Puca­ri­nho

Música
Fra­gile” de God is An Astro­naut

Direc­ção de Foto­gra­fia
André Gui­o­mar

Mon­ta­gem
André Gui­o­mar e Cata­rina Costa

Legen­da­gem
Luís M. Fer­reira

Gênero
Docu­men­tary

Cor
Black and White

For­mato
16:9

Data de Con­clu­são
2011

Fes­ti­vais e Pré­mios
– Best Movie, Besta Docu­men­tary and Public Award 8º Fes­ti­val Audi­o­vi­sual Black & White, Por­tu­gal (2011)
– Best Movie NY Por­tu­guese Film Fes­ti­val, USA (2012)
– U-Can Award PUFF – Por­tu­guese Under­ground Film Fes­ti­val, Por­tu­gal (2012)
– PrimeirOlhar/​Cineclubes Award, by the Fede­ra­ção Por­tu­guesa and Fede­ra­ção Galega of Cine­clu­bes in the XI Fes­ti­val Encon­tros em Viana do Cas­telo – Men­ção Hon­rosa (2011)
– Fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, Coim­bra, Ensaios Visu­ais – Men­ção Hon­rosa (2011)
– DocLis­boa Offi­cial Selec­tion, Por­tu­gal (2011)
– Up And Coming Offi­cial Selec­tion, Han­no­ver, Ger­many (2011)
– V Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cinema de Itu Offi­cial Selec­tion, Bra­sil (2011)
– Punto de Vista Film Fes­ti­val Offi­cial Selec­tion, Spain (2013)
– Scre­e­ned Short Movie Night, HDU Deg­gen­dor (2011)
Con­sulte a pro­gra­ma­ção do ciclo e venha ao Mini-Audi­tó­rio Sal­gado Zenha.

A Entrada é Livre.

Related Posts