emblema_seleccao_caminhos_branco-e1413675286946.png

Selecção Caminhos



Pro­gra­mar cinema implica aban­do­nar con­ven­ções egoís­ti­cas de gos­tos ou pai­xões pes­so­ais, prin­ci­pal­mente quando se trata de um fes­ti­val inti­tu­lado Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês’, cujo mote é todo o cinema por­tu­guês’. Levan­tar curi­o­si­dade ao público, trans­for­mando-o em audi­ên­cia foi o nosso objec­tivo, pois temos cons­ci­ên­cia do nosso con­tri­buto em incre­men­tar esse mesmo audi­tó­rio naci­o­nal. Para pro­gra­mar a Selec­ção Cami­nhos, tive­mos que ter todo o apoio incon­di­ci­o­nal de artis­tas e dina­mi­za­do­res cul­tu­rais que de forma franca e aces­sí­vel nos esti­ca­ram a mão nesta XX edi­ção.

Rece­be­mos cons­tan­tes e calo­ro­sos con­tac­tos de pro­du­to­ras, rea­li­za­do­res, acto­res e outros inter­ve­ni­en­tes do mundo cine­ma­to­grá­fico, sem­pre dis­pos­tos a con­tri­buir para esta causa tão digna que é o Cinema Por­tu­guês. Com mais de de qua­tro­cen­tas ins­cri­ções, aper­ce­bendo-nos de que afi­nal a cul­tura em Por­tu­gal não é uma massa amorfa como mui­tos erro­ne­a­mente cri­ti­cam. Temos, efec­ti­va­mente, em cer­tos sec­to­res Velhos do Res­telo, que con­ti­nuam a pen­sar que o público estran­geiro é mais mere­ce­dor que o naci­o­nal. Mas há mais de 20 anos que pre­ten­de­mos enal­te­cer a força e o pres­tí­gio de uma audi­ên­cia em Por­tu­gal, a ver Cinema Por­tu­guês.

Ver cinema na XX Edi­ção do fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês é per­cor­rer, assim, um cami­nho cami­nhado por mui­tos. Para faci­li­tar tal per­curso, apos­tou-se numa esque­ma­ti­za­ção temá­tica não estan­que dos fil­mes sele­ci­o­na­dos. Rei­tera-se que não se pre­ten­deu uma qual­quer divi­são, mas ape­nas uma sau­dá­vel repre­sen­ta­ção do que poderá ser cami­nhar den­tro do ima­gi­ná­rio do Cinema Por­tu­guês desde Outu­bro de 2012 até esta parte, ao mesmo tempo que se espe­cula e dis­cute sobre esses mes­mos blo­cos temá­tico em mas­ter ses­si­ons.

Curtas Ficção

Nome Rea­li­za­dor Dura­ção Pro­du­tora
Alex e Lili­ane Fer­nando Cen­teio 0:15:00 Zul­fil­mes
Bici­cleta Luís Vieira Cam­pos 0:45:25 Fil­mes Liber­dade
Bodas de Papel Fran­cisco Antu­nez 0:16:00
Branco Luís Alves 0:17:30 LA Fil­mes
Bué Sabi Patrí­cia Vidal Del­gado 0:20:00 Vende-se Fil­mes
Canal Rita Nunes 0:23:04 CRIM
Cigano David Bon­ne­ville 0:18:20 David & Golias
Chico Malha Gui­lherme Gomes e Miguel Reis 0:15:00
Coro dos Aman­tes Tiago Gue­des 0:22:28 Take it easy
Dédalo Jeró­nimo Rocha 0:20:25 Take It Easy
Dios Por El Cuello José Tri­guei­ros 0:16:00 Escán­dalo Films
Eden Fábio Frei­tas 0:12:00 Efe Media Pro­duc­ti­ons
Fatale Dário Ribeiro 0:06:00
Ima­cu­lado Gon­çalo Wad­ding­ton 0:16:00 Take It Easy
Lápis Azul Rafael Antu­nes 0:40:30 Uni­ver­si­dade Lusó­fona
Longe do Éden Car­los Ama­ral 0:15:00 Riot Fil­mes
Maria Mari­ana Mar­ques 0:16:00
Maria Joana Vie­gas 0:23:00
Miami Simão Cayatte 0:15:00 Ukbar Fil­mes
Na Escama do Dra­gão Ivo M. Fer­reira 0:23:00 Fun­da­ção Cidade de Gui­ma­rães
O Meu Avô Tony Costa 0:22:30 Uni­ver­si­dade Lusó­fona
O Que eu Entendo Por Amor Ricardo Mar­tins 0:14:00 Slingshot, Comu­ni­ca­ção e Mul­ti­mé­dia
Os Meni­nos do Rio Javier Macip 0:14:00 TEMPLE AUDIOVISUALES & RIOT FILMS
Outono Marco Ama­ral 0:11:00 Ukbar Fil­mes
Ponto Morto André Godi­nho 0:33:00 Ter­ra­treme fil­mes
Por Aqui Nada de Novo Pedro Augusto Almeida 0:09:45 Expe­ri­men­tá­culo Asso­ci­a­ção Cul­tu­ral
Toda a Serra Tem Sua Bruxa Luís Belo, Ana Seia de Matos e L. Filipe dos San­tos 0:09:24
Tor­res André Gui­o­mar 0:13:14 Cim­ba­lino Fil­mes
Tri­ân­gulo Dou­rado Miguel Clara Vas­con­ce­los 0:17:43
Uma Noite na Praia São José Cor­reia 0:08:10 Vera Mundi Pro­du­ções
Vide­o­clube Ana Almeida 0:17:35 Anexo 82

Related Posts