Abordagem ao Cinema Documental

Plano

O documentário, visto como um género cinematográfico que se caracteriza pelo compromisso com a exploração da realidade, assume nos dias que correm, dias austeros, um papel ainda mais importante numa sociedade indignada, num país em mudança.

Não se deve deduzir que ele represente a realidade «tal como ela é». O documentário, assim como o cinema de ficção é uma representação parcial e subjectiva da realidade.

Neste contexto, é pertinente olhar para o documentário, como uma ferramenta de registo dos acontecimentos presentes.. Quer isso dizer, que utilizo o documentário para olhar o presente ao invés de reconstituir o passado. A tecnologia assim o permite.Vamos olhar para as estórias, os personagens que moldam o mundo actual ao mesmo tempo que olhamos um novo cinema documental, que utiliza novos recursos tecnológicos, como as câmaras fotográficas DSLR.

Breve introdução cinema documental;
Visionamento de documentários de referência;
Exercícios práticos;
Análise critica aos trabalhos apresentados

 

 

 

 

Info

Data
8 de Junho de 2013

Duração
8 horas

Horário
9:00 - 18:00

Jorge Pelicano

Jorge Pelicano, nasceu na Figueira da Foz, em 1977. Licenciado em Comunicação e Relações Públicas, frequenta o mestrado de Comunicação e Jornalismo, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Desde 2001, é repórter de imagem da SIC Televisão, sendo um dos repórteres principais da Grande Reportagem. Em 2005, estreou-se no documentário com “Ainda há pastores?”, com o qual ganhou mais de uma dezena de prémios nacionais e internacionais. O documentário foi um dos mais vistos e vendidos em Portugal. Em 2009, estreou “Pare, Escute, Olhe”, outro documentário multipremiado. Actualmente, reside em Lisboa, trabalha na SIC Televisão, é realizador de documentários e professor na Escola Técnica de Imagem e Comunicação, em Lisboa. É regularmente convidado para dar workshops em universidades e escolas, na área do documentário, cinema e televisão, mas também ele procura acompanhar as novas linguagens. É um dos autores do livro “Câmara de reflexão – Uma imagem, mil palavras”, publicado pela Plátano Editora, 2010. A participação no livro revelou mais uma faceta do realizador, com jeito para contar estórias, também com as palavras.

Local
Casa das Caldeiras
Rua Padre António Vieira 
3000-315 Coimbra