Ao 6º Dia

a14

No dia 14 Novem­bro, sexto dia do Fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, todas as sec­ções – a Retros­pec­tiva, o Cinema Mun­dial- Bra­sil, os Cami­nhos Juni­o­res, os Ensaios Visu­ais e a Sec­ção Com­pe­ti­tiva – exi­bi­ram os seus fil­mes.

O fes­ti­val deu os Bons Dias à peque­nada com mais uma manhã dedi­cada aos Cami­nhos Juni­o­res, logo às 10h, com cerca de 600 cri­an­ças. Da ani­ma­ção seguiu-se para a Retros­pec­tiva, às 15h, com a apre­sen­ta­ção da Longa-Metra­gem O Bobo”, de José Álvaro Morais.

O fim da tarde, pelas 17.30h, foi dedi­cado à Sec­ção Com­pe­ti­tiva e aos Ensaios Visu­ais. A ses­são das 22h tam­bém exi­biu fil­mes de duas sec­ções, nome­a­da­mente o Cinema Mun­dial-Bra­sil, no Mini Audi­tó­rio Sal­gado Zenha e a Sec­ção Com­pe­ti­tiva, no Tea­tro Aca­dé­mico Gil Vicente (TAGV).

<

p style=“text-align: jus­tify;”>
Esta última sec­ção, dedi­cou a noite à des­cri­ção da rela­ção entre a vida e a morte com Cur­tas-Metra­gens como O Sapa­teiro”, de David Dou­tel e Vasco Sá, Never Meant to be”, de Miguel Gar­cia Costa e a Longa-Metra­gem A morte de Car­los Gar­del”. Durante 83 minu­tos é des­crita a his­tó­ria de Nuno, um jovem toxi­co­de­pen­dente em coma, a mor­rer num hos­pi­tal. Atra­vés das his­tó­rias de fami­li­a­res per­ce­be­mos o Pre­sente do pro­ta­go­nista, que vai estar em coma dois dias.