Cinemalogia 3 — O Regresso

Cinemalogia - Fev - MarO Cine­ma­lo­gia — Da Ideia ao Filme regressa em Feve­reiro com a for­ma­ção que lhe per­mite conhe­cer todo o pro­cesso de cri­a­ção de uma obra cine­ma­to­grá­fica. No retorno do Curso serão abor­da­das as fer­ra­men­tas neces­sá­rias para uma com­pre­en­são teó­rico-prá­tica apro­fun­dada de uma obra cine­ma­to­grá­fica.

No dia 15 de feve­reiro, Mário Patro­cí­nio, rea­li­za­dor de Com­plexo: Uni­verso Para­lelo”, será o for­ma­dor do módulo Cinema Docu­men­tal – Abor­da­gens”, desde como encon­trar uma boa his­tó­ria, pro­cesso de pes­quisa, tra­ta­mento para o docu­men­tá­rio, defi­ni­ção da lin­gua­gem esté­tica e de mon­ta­gem, a esco­lha de per­so­na­gens, pro­cesso da cap­ta­ção de ima­gens e som, à defi­ni­ção de uma visão e o cami­nho para a con­cre­ti­za­ção do docu­men­tá­rio.

Tiago R. San­tos, jor­na­lista, ini­ciou o seu tra­ba­lho de argu­men­tista em 2007 com Call Girl”. Escre­veu A Bela e o Papa­razzo”, tra­ba­lhou em séries como Liber­dade 21” e Conta-me como Foi” e está a cola­bo­rar em Filhos do Rock”, um novo pro­jecto para a RTP. Actu­al­mente, é tam­bém crí­tico de cinema para o suple­mento Ten­ta­ções, da Revista Sábado. No dia 16 de Feve­reiro, Tiago R. San­tos será o for­ma­dor do módulo Intro­du­ção à Cri­tica de Cinema” que pre­tende aju­dar todos os estu­di­o­sos de cinema a obte­rem as fer­ra­men­tas neces­sá­rias para uma aná­lise mais apro­fun­dada e honesta das lon­gas-metra­gens, tra­du­zindo-se essas com­pe­tên­cias para a escrita de um texto crí­tico jor­na­lís­tico.

Nos dias 2223 de Feve­reiro, Antó­nio Costa Valente, Docente no Depar­ta­mento de Comu­ni­ca­ção e Arte da Uni­ver­si­dade de Aveiro, Co-rea­li­za­dor da pri­meira longa metra­gem de ani­ma­ção por­tu­guesa Até ao Tecto do Mundo”, e um dos fun­da­do­res do Cine-Clube de Avanca, onde rea­li­zou mais de meia cen­te­nas de fil­mes, entre séries, cur­tas e lon­gas metra­gens, irá lec­ci­o­nar o módulo pré-pro­du­ção”. A ideia pri­mor­dial deste módulo con­siste em colo­car os for­man­dos em con­tacto uns com os outros para obten­ção de dúvi­das e, pos­te­rior reso­lu­ção de pro­ble­mas habi­tu­ais na pre­pa­ra­ção de um filme, atra­vés de um caso teó­rico. Numa segunda fase apre­ende-se as defi­ni­ções téc­ni­cas que estão na base de uma pre­pa­ra­ção audi­o­vi­sual de cinema, tele­vi­são, vídeo ou publi­ci­dade.

Na con­clu­são deste módulo, os for­man­dos irão por em prá­tica os seus conhe­ci­men­tos, apli­cando-os aos argu­men­tos pro­du­zi­dos ao longo do curso.

Cinemalogia - Fev - MarA Roda­gem Cine­ma­to­grá­fica será levada a cabo até 16 de Abril, onde os for­man­dos irão pro­du­zir uma curta-metra­gem com base no argu­mento escrito nos módu­los coor­de­na­dos por Vicente Alves do Ó. Os módu­los de Roda­gem são:

Direc­ção de Arte com João C. Tor­res
 — Direc­ção de Som 1 – Intro­du­ção com Pedro Ada­mas­tor
Direc­ção de Foto­gra­fia 1 com Vasco Viana
 — Direc­ção de Acto­res com Manuel Pureza
 — Rea­li­za­ção 1 – Pla­ne­a­mento e Meios de Pro­du­ção
 — Rea­li­za­ção 2 – Roda­gem

A for­ma­ção em Pós-Pro­du­ção Cine­ma­to­grá­fica, onde se con­cluirá a curta-metra­gem pro­du­zida ao longo da roda­gem, será abor­dada nos módu­los de:

Mon­ta­gem – Teo­ria com Pedro Filipe Mar­ques
 — Edi­ção de Som & Ima­gem com João Braz
 — Direc­ção de Foto­gra­fia 2 – Pós-Pro­du­ção com Telmo Mar­tins
Design de Títu­los com Filipe Mes­quita
 — Direc­ção de Som 2 – Com­po­si­ção Musi­cal com Pedro Janela
 — Direc­ção de Som 3 – Mis­tu­ras Finais com Branko Neskov,C.A.S.

A pro­mo­ção e comer­ci­a­li­za­ção de uma obra cine­ma­to­grá­fica são essen­ci­ais para o sucesso de qual­quer filme. Estes temas serão deba­ti­dos nos módu­los de:

Pro­mo­ção e Comer­ci­a­li­za­ção com Ale­xan­dre Cebrian Valente
 — Pro­jec­ção Cine­ma­to­grá­fica com João Silva.