Cinemalogia II – A partida para a Obra

Da ideia ao filme, damos a conhe­cer todo o pro­cesso de cri­a­ção de uma obra cine­ma­to­grá­fica. Antes de o ano fin­dar, con­ti­nu­a­mos com as pró­xi­mas for­ma­ções que enca­be­çam o plano de estu­dos do Cine­ma­lo­gia II’.

No dia 8 de Dezem­bro, Ale­xan­dre Cebrian Valente, Cri­a­tivo, Argu­men­tista, Rea­li­za­dor e Pro­du­tor, ins­truirá no seu módulo Equi­pas e Encar­gos Téc­ni­cos’ sobre as equi­pas de pro­du­ção, de rea­li­za­ção, de ima­gem e som, até aos dife­ren­tes téc­ni­cos que tra­ba­lham desde a pre­pa­ra­ção ou Pré-Pro­du­ção à Pós-pro­du­ção. Neste módulo serão apre­sen­ta­das as diver­sas acti­vi­da­des téc­ni­cas e cri­a­ti­vas e os dife­ren­tes pro­fis­si­o­nais que as desen­vol­vem ao longo da fei­tura de um filme.

No dia 9 de Dezem­bro, Antó­nio Costa Valente, docente no Depar­ta­mento de Comu­ni­ca­ção e Arte da Uni­ver­si­dade de Aveiro, tem o seu dou­to­ra­mento em ani­ma­ção, longa-metra­gem e novas tec­no­lo­gias. No seu módulo abor­dará vari­a­dos temas, tais como: Do pro­jecto ao orça­mento; Do orça­mento ao finan­ci­a­mento; Pro­du­zir ou co-pro­du­zir; Um dilema: tudo legal ou tudo ile­gal?; As auto­ri­za­ções e vis­tos; A legis­la­ção de pro­du­ção e de co-pro­du­ção; Os direi­tos de autor, cone­xos e outros; Para a exi­bi­ção de um filme – per­cur­sos e trâ­mi­tes legais.

Nos dias 1516 de Dezem­bro, Tiago R. San­tos, autor de argu­mento de fil­mes como Atrás das Nuvens ‘ (co-autor), Call Girl’ e A Bela e o Papa­razzo’ , lec­ci­o­nará a segunda parte do módulo de Argu­mento. Com base nos argu­men­tos cri­a­dos pelos alu­nos durante o módulo de Argu­mento I, esta segunda fase irá con­cen­trar-se no fun­da­men­tal pro­cesso de rees­crita. Tal será con­se­guido atra­vés da lei­tura dos tex­tos, feed­back do for­ma­dor e res­tan­tes for­man­dos e do acom­pa­nha­mento do tra­ba­lho no local. Argu­mento II é um módulo prá­tico que pre­tende fina­li­zar e mate­ri­a­li­zar todos os conhe­ci­men­tos teó­ri­cos adqui­ri­dos pelos alu­nos, garan­tindo que cada um seja autor do argu­mento de uma curta-metra­gem.