Comissão de Honra 23ª edição

  • Sua Excelência O Ministro da Cultura

    Sua Excelência O Ministro da CulturaLUÍS CASTRO MENDES

    Cinema por­tu­guês é sinó­nimo de diver­si­dade e qua­li­dade: de auto­res, de géne­ros, de temas, de abor­da­gens téc­ni­cas, de lin­gua­gens e de pro­fis­si­o­nais do setor. É nes­tas carac­te­rís­ti­cas que o Cinema, enquanto parte da iden­ti­dade cul­tu­ral por­tu­guesa, reflete a impor­tân­cia de enten­der a Cul­tura como um valor trans­ver­sal, de acesso demo­crá­tico. O fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês tem vindo a con­so­li­dar a sua impor­tân­cia como cata­li­sa­dor des­tes prin­cí­pios, ao demo­cra­ti­zar o acesso à Cul­tura, des­cen­tra­li­zando a sua oferta e con­tri­buindo para a cons­tru­ção de novos públi­cos, cada vez mais inte­res­sa­dos, infor­ma­dos e exi­gen­tes. Este é o 23º ano em que, atra­vés deste Fes­ti­val, a diver­si­dade e a qua­li­dade do cinema naci­o­nal se reú­nem num espaço comum, mos­trando que os mui­tos cami­nhos da cine­ma­to­gra­fia podem con­ver­gir num único ponto de encon­tro, onde todo o cinema é por­tu­guês. Por tudo isto se saúda, mais uma vez, a orga­ni­za­ção do Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, com cer­teza de que esta edi­ção que agora se reveste, igual­mente, de grande e ele­vado inte­resse que têm vindo a pau­tar este Festival. 

  • Magnífico Reitor da Universidade de Coimbra

    Magnífico Reitor da Universidade de CoimbraProf. Doutor João Gabriel Silva

    O fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês exerce uma fun­ção essen­cial no cinema por­tu­guês, quer divul­gando a pro­du­ção exis­tente quer abrindo cami­nho a novos inte­res­sa­dos nesta ati­vi­dade, que é tão poten­ci­a­dora da dinâ­mica de uma soci­e­dade que tem de ser pro­a­tiva. Estou certo que esta edi­ção vai estar à altura desta mis­são, abrindo mais por­tas, sem­pre renovadas.

  • Presidente do Conselho Directivo do Instituto do Cinema e Audiovisual – I.P.

    Presidente do Conselho Directivo do Instituto do Cinema e Audiovisual – I.P.Luís Chaby Vaz

    Os fes­ti­vais tomam uma posi­ção cada vez mais impor­tante no pano­rama cul­tu­ral por­tu­guês, quer ao nível da diver­si­dade da pro­gra­ma­ção, quer como dina­mi­za­do­res cul­tu­rais, ou como pólos de refle­xão e de con­ver­gên­cias artís­ti­cas. Foi neste cená­rio que o Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês se pro­jec­tou como refe­rên­cia no con­texto do cinema naci­o­nal. Des­ta­cando-se pelo impor­tante papel que tem vindo a desem­pe­nhar enquanto des­cen­tra­li­za­dor do acesso à cul­tura, aquele que, na sua 23.ª edi­ção, se apre­senta ainda como o único fes­ti­val dedi­cado a todo o cinema por­tu­guês, é hoje um acon­te­ci­mento incon­tor­ná­vel e imper­dí­vel no pano­rama dos fes­ti­vais de cinema em Por­tu­gal. O fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês reveste-se de grande sin­gu­la­ri­dade, pau­tada pelo pro­fis­si­o­na­lismo de todos os que o com­põem e que se reflete na qua­li­dade da pro­gra­ma­ção que ano após ano tem vindo a apre­sen­tar. Sem esque­cer o con­tri­buto que este fes­ti­val tem dado ao debate e à dis­cus­são sobre o Cinema (pela orga­ni­za­ção do Sim­pó­sio) ou a sua aposta na for­ma­ção (com o curso Cine­ma­lo­gia e os fru­tos que daí já reco­lheu), é com enorme satis­fa­ção que, mais uma vez, faze­mos parte desta concretização. 

  • Presidente da Entidade Regional Turismo do Centro de Portugal

    Presidente da Entidade Regional Turismo do Centro de PortugalPedro Machado

    A Turismo Cen­tro de Por­tu­gal é, em 2017, o Des­tino Pre­fe­rido da ECTAA – Euro­pean Tra­vel Agents’ and Tour Ope­ra­tors’ Asso­ci­a­ti­ons. Cien­tes da impor­tân­cia de que todos os asso­ci­a­dos desta orga­ni­za­ção (mais de 30 Paí­ses emis­so­res e mais de 80.000 Agên­cias de Via­gens) conhe­çam e pro­mo­vam esta região, bem como, a impor­tân­cia da ima­gem para esse efeito, em 2016 foi pro­du­zido o Turismo Cen­tro Por­tu­gal – Pre­fer­red Des­ti­na­tion ECTAA 2017”. O filme, com a dura­ção de 2 minu­tos e 10 segun­dos, pre­tende tra­du­zir a riqueza e a diver­si­dade desta grande região, tem gran­je­ado um con­junto de reco­nhe­ci­men­tos e pré­mios naci­o­nais e inter­na­ci­o­nais, ocu­pando neste momento um lugar de grande des­ta­que no ran­king mun­dial de fil­mes de turismo do CIFFT – Comité Inter­na­ci­o­nal de Fes­ti­vais de Fil­mes de Turismo: é 4.º clas­si­fi­cado, entre 154 con­cor­ren­tes, ape­nas atrás de fil­mes dos Emi­ra­dos Ára­bes Uni­dos, Áus­tria e Dina­marca. Este ran­king do CIFFT é ela­bo­rado por pon­tos, atri­buí­dos pelos pré­mios con­quis­ta­dos em fes­ti­vais da especialidade.