Condições Gerais de Participação no Leilão Solidário

Para poder par­ti­ci­par no Lei­lão os inte­res­sa­dos devem ter cons­ci­ên­cia do com­pro­misso público que estão a assu­mir quando lici­tam um bem. No final de cada lance ven­ce­dor devem pro­ce­der ao pre­en­chi­mento de ficha de ins­cri­ção, onde deverá cons­tar a sua iden­ti­fi­ca­ção com­pleta, em nome indi­vi­dual ou pes­soa cole­tiva, para efei­tos de recibo.

Cabe ao lei­lo­eiro defi­nir o mon­tante em que os lan­ces evo­luem na lici­ta­ção de cada bem;

O com­pra­dor efe­tua hoje o paga­mento total dos bens por si lici­ta­dos, atra­vés de che­que ou nume­rá­rio.

Os bens são ven­di­dos no estado físico em que se encon­tram. Assim sendo, a orga­ni­za­ção declina, toda e qual­quer res­pon­sa­bi­li­dade de fun­ci­o­na­mento dos mes­mos. 

Para levan­ta­mento dos bens adqui­ri­dos, deve­rão os lici­tan­tes aguar­dar pelo final do lei­lão e junto da orga­ni­za­ção após paga­mento levan­tar os mes­mos. 

Será entre­gue após paga­mento aos lici­tan­tes um recibo pro­vi­só­rio do valor lici­tado, sendo depois envi­ado via CTT o recibo defi­ni­tivo emito pela HEPATURIX para os devi­dos efei­tos fis­cais.

Caso o licitante/​comprador não res­peite estas con­di­ções, poderá, a orga­ni­za­ção con­si­de­rar a lici­ta­ção sem efeito