Júri Encanto Num Minuto

Rita Camarneiro

Rita Camarneiro nasceu a 15 de Janeiro de 1988 é natural de Figueira da Foz e estudou na Universidade de Coimbra. Actualmente é conhecida por participar no conhecido talk show da RTP2 "5 para a Meia Noite".

Rita Mendes was born in January 15th, 1988 in Figueira da Foz. Studied at the University of Coimbra and is currently known for her participation in the talk show from RTP2 “5 para a Meia Noite”.

Rita Alcaire

É Mestre em Psiquiatria Cultural com uma dissertação sobre as representações da masturbação no cinema e televisão mainstream. Licenciou-se em Antropologia com a tese Filhos do Tédio, que questiona o estereótipo de Coimbra “fado, estudantes e guitarradas” a partir da banda Tédio Boys. Co-realizou com Rodrigo Lacerda os documentários Filhos do Tédio (2006), Breve História do Rock de Coimbra (2010), O Pessoal do Pico Toma Conta Disso (2010), Um Quarto no Éter (2011), Filarmónicas da Ilha Preta (2011) e Das 9 às 5 (2011). A estes trabalhos junta-se Para-Suicídio Pop (2008), realizado inicialmente para o cumprimento da parte curricular do Mestrado. Tem várias obras publicadas, das quais se destaca Filhos do Tédio; o número especial do Magazine de Artes de Coimbra, que coordenou; e Bandas Filarmónicas do Concelho de Cantanhede. Actualmente integra a equipa do projecto No trilho dos naturalistas – as missões botânicas em África, da responsabilidade da Universidade de Coimbra, que consiste na produção de quatro documentários (três deles em África), com produção da Terratreme Filmes acompanhamento do jornal Público e transmissão pela RTP.

Has a Master’s Degree in Cultural psychiatry with a dissertation about the representation of masturbation in mainstream TV and cinema. She graduated in Anthropology with a dissertation called “Boredom Sons” (Filhos do Tédio), in which she question the stereotype of Coimbra’s “fado, estudantes e guitarradas” from the point of view of a band called Tédio Boys. Along with Rodrigo Lacerda she co-produced the following documentaries, Filhos do Tédio (2006), Breve História do Rock de Coimbra (2010), O Pessoal do Pico Toma Conta Disso (2010), Um Quarto no Éter (2011), Filarmónicas da Ilha Preta (2011) e Das 9 às 5 (2011). She also produced Para-Suicídio Pop (2008), for the fulfillment of the curricular part of her Masters She has some published works, one which stands from the rest Filhos do Tédio; a special edition of the Magazine of Arts of Coimbra, which she coordinated; and Bandas Filarmónicas do Concelho de Cantanhede. Nowadays she’s part of project called No trilho dos naturalistas – as missões botânicas em África, supervised by the University of Coimbra, whose goal is to produce a total of four documentaries (three of them in Africa), produced by Terratreme Filmes accompanied by jornal Público and broadcasted in RTP TV channel.