e5c9-introduction-to-film-iec-long-white-death-resort-film-editor-tom.jpg

Montagem de Som e Imagem com Tomás Baltazar

O mon­ta­dor Tomás Bal­ta­zar é o for­ma­dor do Módulo de Mon­ta­gem de Som e Ima­gem, no qual é pre­ten­dido uma abor­da­gem aos aspe­tos artís­ti­cos e esté­ti­cos da mon­ta­gem, noção da con­ti­nui­dade no espaço e no tempo, bem como a intro­du­ção ao con­ceito de estru­tura.

No pró­ximo fim de semana, res­pe­ti­va­mente nos dias 9 e 10 de dezem­bro, tem iní­cio a for­ma­ção para mais um módulo da 7ª edi­ção do curso de cinema – Cine­ma­lo­gia”, neste caso o Módulo de Mon­ta­gem de Som e Ima­gem, a decor­rer no Depar­ta­mento de Enge­nha­ria Infor­má­tica da Uni­ver­si­dade de Coim­bra. Com vista a pre­pa­ra­ção para a mon­ta­gem de lon­gas e cur­tas metra­gens, serão abor­da­dos vários con­cei­tos fun­da­men­tais, desde a pers­pe­tiva his­tó­rica de refe­rên­cias e evo­ca­ções na his­tó­ria da mon­ta­gem ao rac­cord – noção da con­ti­nui­dade no espaço e no tempo -, à defi­ni­ção de estru­tura nar­ra­tiva, e ainda das dife­ren­tes com­po­nen­tes sono­ras.

O argu­mento Ago­ra­fo­bia” já foi rodado pelos for­man­dos do curso de cinema – Cine­ma­lo­gia – no último fim de semana sob a coor­de­na­ção de André Badalo. O módulo de Mon­ta­gem de Som e Ima­gem é a pri­meira etapa de pós-pro­du­ção desta curta-metra­gem.

Tomás Baltazar

Tomás BaltazarMontador

Tomás Bal­ta­zar pos­sui uma licen­ci­a­tura em Som e Ima­gem pela Uni­ver­si­dade Cató­lica do Porto, uma pós-gra­du­a­ção em Edi­ção de Cinema e Tele­vi­são pela Escola de Cinema e Tele­vi­são Sep­tima Ars de Madrid, tendo ainda fre­quen­tado o Cum­bria Ins­ti­tute of the Arts, em Car­lisle, Reino Unido. Estreou a curta metra­gem um dia cabou­quei­ros” no IndieLisboa2015, com­pe­ti­ção naci­o­nal. A sua segunda curta-metra­gem, Des­calço” (2010) estreou no Fes­ti­val Luso-Bra­si­leiro de Santa Maria da Feira, onde ven­ceu o pré­mio Onda Curta RTP2”. Com uma já longa car­reira em mon­ta­gem , mon­tou cerca de 40 fil­mes desde 2005, entre lon­gas, cur­tas, docu­men­tá­rios e fic­ção de rea­li­za­do­res como Edgar Pêra, Rodrigo Areias, Miguel Clara Vas­con­ce­los, Raquel Freire, Aya Koretzky, André Gil Mata, João Tra­bulo, Vin­cent Lefort, Sofia Mar­ques, Albano Silva Pereira, Júlio Alves ou Jorge Quin­tela, João Pedro Rodri­gues e João Rui Guerra da Mata, Tiago Afonso, Antó­nio Bor­ges Fer­reira, Natha­lie Man­soux, Pilar Palo­mero, Manel Raga Raga. Estes fil­mes foram exi­bi­dos e pre­mi­a­dos em fes­ti­vais como Doclis­boa, Indi­e­Lis­boa , Roter­dão, Visons du Réel, Rio de Janeiro, São Paulo, Chi­cago, Cine­sul, Gua­da­la­jara, Sevi­lha, Vila do Conde, Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de cinema Curi­tiba, Fan­tas­porto ou Docu­menta Madrid, Seul, Ber­lim.

Related Posts