20150330_-_Cinemalogia-Rodagem-Nunca-é-Tarde__408_de_600.jpg

Nunca é Tarde’ seleccionado na 7.ª edição do FARCUME


O percurso de 'Nunca é Tarde' pelos festivais de cinema continua. Depois de Avanca, Figueira da Foz, Famalicão, Coimbra e Leira, passando primeiro por Mulvane no estado do Kansas, eis que o filme chega a Faro. A curta-metragem produzida no âmbito da 4.ª do Curso de Cinema Cinemalogia 'da ideia ao filme' promovido pelo Festival Caminhos Cinema Português, foi seleccionada pelo FARCUME - Festival Internacional de Curtas-Metragens de Faro -conjuntamente com outros 58 trabalhos proveniente de 17 países, na categoria de Ficção. A sétima edição deste festival realizar-se-á de 21 a 26 de de Agosto.

Escrita por Miguel Monteiro Rodrigues e desenvolvida pelos formandos da 4.ª edição do curso de cinema, a história tem como pano de fundo a cidade de Coimbra e os seus amores. Luís, contabilista num escritório da cidade, é um rapaz inibido com uma rotina fastidiosa. Não gosta do seu trabalho, mas sente que chegou a uma altura em que é tarde demais para alterar o que seja. A vida do protagonista desta história altera-se no dia em que conhece Sara.

Esta comédia romântica, foi produzida no âmbito do tema da XVII Semana Cultural da Universidade de Coimbra - Tempo de Encontros. Na elaboração deste projecto pedagógico os formandos tiveram a oportunidade de trabalhar em todos os estágios da produção cinematográfica, contactando e aprendendo com alguns intervenientes de relevo do panorama cinematográfico nacional. O percurso desta curta-metragem pelo circuito de festivais vem comprovar o perfil profissionalizante e a qualidade pedagógica deste curso.

Agradecemos mais uma vez a todos as entidades, formadores e formandos que possibilitaram a criação de mais uma obra cinematográfica em Coimbra.

Entretanto o Call for Movies do Festival Caminhos Cinema Português está aberto até 25 de agosto! Saiba mais em www.caminhos.info/call

Nunca é Tarde
realização de Luís Matos com coordenação de Artur Serra Araújo (2016), 11’56’’

Luís, contabilista num escritório da cidade, é um rapaz tímido com uma rotina aborrecida. Não gosta do que faz, mas sente que agora é tarde para mudar alguma coisa. Até ao dia em que conhece Sara, uma estudante de artes, por quem se apaixona.


produtora Caminhos do Cinema Português direcção geral Vitor Ferreira . produção executiva Tiago Santos . argumento original Miguel Monteiro Rodrigues (coord. Tiago R. Santos) . actriz principal Carolina Crespo . actor principal João Ferreira da Silva . actriz secundária Rosa Maria Marques . actor secundário Fernando Rui Damasceno, Nelson Rodrigues, Nelso Azenha . direcção de fotografia Valter Alves (coord. João Antero) . operação de câmera João Ferreira . direcção de arte Ana Monteiro, Inês Silva (coor. João C. Martins - JONI). direcção de som Martim Santos, António Pita, Margarida Augusto, (coor. Pedro Melo) . guarda-roupa Ana Monteiro, Inês Silva (cood. Susana Jacobetty) . caracterização Inês Silva . montagem Ana Monteiro, Carlos Canelas, Gabriel Lomba, Inês Alegre, Inês Silva, Júlio Ferreira, Luís Matos, Margarida Augusto, Martim Santos, Miguel Monteiro Rodrigues, Pedro Caldeira, Renato Silva, Sérgio Fernandes, Valter Alves, Vanessa Gomes Fernandes, Vítor Garcia (coord. João Braz) . edição de som Hugo Leitão . banda sonora original Goby Bear

SaveSave

Related Posts