Argumento 1


RESUMO

Sem a pala­vra escrita, não há nada para pro­du­zir, inter­pre­tar ou rea­li­zar. Neste módulo, os for­man­dos des­co­brem as fer­ra­men­tas neces­sá­rias à escrita de um guião, seja atra­vés da aná­lise de fil­mes, de exer­cí­cios prá­ti­cos ou de expo­si­ções teó­ri­cas: apre­sen­ta­ção e intro­du­ção às ideias base neces­sá­rias para a escrita de um pri­meiro guião de curta-metragem.

DATA & LOCAL

1718 de Dezem­bro de 2016
9:00 — 18:00 (16h)

Depar­ta­mento de Enge­nha­ria Infor­má­tica, Pólo II
Pinhal de Mar­ro­cos, Coimbra


Con­di­ção Preço
Estu­dan­tes 60
Público 100

PLANO DA SESSÃO

Para além dos con­cei­tos bási­cos de escrita de argu­mento (tais como a for­ma­ta­ção de guião e aná­lise dos ingre­di­en­tes que com­põem uma boa his­tó­ria), o ponto de par­tida será o con­ceito base trans­ver­sal aos vários for­ma­tos da escrita dra­má­tica: o per­so­na­gem. Ire­mos abor­dar o per­so­na­gem como veí­culo prin­ci­pal para a expres­são do cri­a­dor, mas tam­bém como fio con­du­tor para expe­ri­ên­cia do espec­ta­dor. É o per­so­na­gem que ante­cede a intriga, e não ao con­trá­rio. É ele o moti­va­dor da nar­ra­tiva atra­vés do qual par­ti­mos para a cri­a­ção da história.
A escrita para cinema é, acima de tudo, a escrita atra­vés de ima­gens. Ire­mos ana­li­sar o que faz um bom diá­logo e um mau diá­logo, como apli­car noções como a iro­nia dra­má­tica” para exer­cer ten­são sobre a nar­ra­tiva, como escul­pir uma cena, ana­li­sar exem­plos de guiões e exem­plos de cur­tas-metra­gens com sucesso, e acima de tudo, como escre­ver com ima­gens, naquilo que é, acima de tudo, um meio visual.
Serão tam­bém abor­da­dos os para­le­los entre a escrita de guião e a repre­sen­ta­ção, noções de escrita para baixo orça­mento, assim como a curta-metra­gem no con­texto do cir­cuito de fes­ti­vais de cinema.

Lei­tura recomendada
Cat­ching the Big Fish – David Lynch
Three Uses of the Knife – David Mamet
On Wri­ting – Stephen King

Lei­tura Extra
How to Build a Great Scre­en­play – David Howard
In the Blink of an Eye – Wal­ter Murch
The Art of Dra­ma­tic Wri­ting – Lajos Egri
On Film­ma­king – Ale­xan­der McKendrick


Formador

Simão CayatteArgumento 1 e 2

É Argu­men­tista, Rea­li­za­dor e Ator. Estu­dou tea­tro na Golds­miths Uni­ver­sity em Lon­dres e desde então tra­ba­lhou com rea­li­za­do­res como Wer­ner Sch­ro­e­ter, Ivo Fer­reira, Car­los Saboga e Stan Dou­glas. Com­ple­tou o Mes­trado em Cinema na Uni­ver­si­dade de Colum­bia em Nova Ior­que como bol­seiro da Fun­da­ção Calouste Gul­ben­kian. Tam­bém em Nova Ior­que esta­giou como script rea­der na Pro­to­zoa Pictures. 

Simão Cayatte


Outros Módulos

  • História e Linguagem do Cinema

    História e Linguagem do Cinema

    José Alberto Pinheiro — 1011 de Dezem­bro de 2016 Estu­dan­tes 60€ Público 80€ 

  • Argumento <span class="numbers">1</span>

    Argumento 1

    Simão Cayatte
    — 
    1718 de Dezem­bro de 2016 
    Estu­dan­tes 60€ 
    Público 100€ 

  • Argumento <span class="numbers">2</span>

    Argumento 2

    Simão Cayatte — 1415 de Janeiro de 2017 Estu­dan­tes 60€ Público 100€ 

  • Gestão e Concepção de Produções

    Gestão e Concepção de Produções

    Fer­nando Vendrell — 4 de Feve­reiro de 2017 Estu­dan­tes 60€ Público 100€