Argumento

Pedro Lopes 

Resumo

O argumento é a base de qualquer projecto cinematográfico. O módulo de Argumento I oferece aos formandos as ferramentas necessárias à escrita de um guião, seja através da análise de filmes, de exercícios práticos ou de exposições teóricas. Pretende-se criar competências na criação de personagens, escrita de diálogos e estrutura dramática, possibilitando que todos os alunos consigam, no termo do módulo, desenvolver um projecto original.

Objectivos a atingir

Aprofundar os saberes teóricos e práticos que permitam ao aluno conceber um projecto audiovisual, segundo vários géneros e formatos, e tendo em conta as diversas plataformas atualmente disponíveis

Plano de Sessão

Ponto I
- A ideia e o processo criativo. Como minimizar o erro.
- E no princípio era… a poética. Tragédia e comédia em Aristóteles.
- Mitos da criação: Diferentes civilizações, um mesmo princípio.
- O Herói e o seu percurso.

Ponto II
- Géneros e Formatos.
- O que é um guião?
- Criar personagens.
- Princípio do desenho narrativo. Crise, clímax, resolução.
- Escrita de um argumento. A importância do conceito.
- Os diálogos.

Local

A definir

Data e Horário

18 e 19 de Novembro
9:00 — 18:00
16 horas

Inscrições

70€ estudantes / 90€ público geral
10% desconto para associados
Lotação máxima de 20 formandos

Inscrever
Pedro Lopes

Pedro LopesArgumentista / Docente

Pedro Lopes. Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Mestre em Comunicação, Cinema e Televisão, e doutorando em Ciências da Comunicação pela Universidade Católica de Lisboa. Desde 2007 exerce funções como Director de Conteúdos da produtora SP Televisão. Professor no Mestrado de Audiovisual e Multimédia e na pós-graduação em Storytelling, da Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa e no Mestrado de Comunicação, Televisão e Cinema, da Universidade Católica de Lisboa. Ainda no âmbito académico é Investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura, da Universidade Católica de Lisboa, e vice-coordenador da equipa portuguesa do Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva. Em 2011 venceu o prémio especial do júri com a série Cidade Despida, no International Festival of Detective Films And Television Programs, em Moscovo, e um Emmy na categoria de Melhor Telenovela Internacional com Laços de Sangue, atribuído pela Academy of Television Arts & Sciences. Em 2013 foi nomeado para os prémios Sophia, da Academia Portuguesa de Cinema, na categoria de melhor argumento original com a longa-metragem Assim Assim. Em 2016 venceu com Coração d’Ouro a medalha de ouro de melhor telenovela internacional no New York Festival’s World’s Best TV & Films.

SaveSaveSaveSaveSaveSave