Gestão e concepção de produtos

Foto de Rodagem do último filme de Pedro Magano. © Pixbee

Resumo

O guião é a ferramenta base com a qual iniciamos o trabalho de pré-produção logística para a rodagem. É fundamental esta fase porque, caso seja mal organizada, irá notar-se no resultado final da obra. Existem muitas questões que temos que fazer e resolver… qual é a equipa técnica final e qual a relação de cada elemento com o chefe de produção? Casting: como se faz? Qual a melhor data para as gravações? Quais são as localizações ideais para os cenários do filme e onde/como encontrá-las (repérage)? Depois de termos os cenários escolhidos, como se faz uma localização técnica? Quais as prioridades, para sabermos como gerir um orçamento limitado? E se chover, o que fazemos? A quem pedimos autorizações? Por lei, quantas horas podemos gravar por dia? E se forem crianças? Enfim.... Por onde começar?

Assim, neste dulo vamos responder a todas estas questões, perceber a importância desta fase e o quão gratificante pode ser. Afinal, produção é o departamento que gere toda esta equipa e quem faz possível que o backstage das filmagens funcione de forma organizada. Posto isto, vamos aprender a ler um guião desde o ponto de vista de produção, fazer o “breakdown de cada cena (découpage), elaborar o calendário geral de produção, o plano geral de trabalho e como preparar cada dia da rodagem, adaptado-nos aos imprevistos e, finalmente, um levantamento de necessidades e prioridades por cada departamento (arte, vestuário, fotografia, caracterização, som, figuração).

 

Objectivos a atingir

Os alunos, no final de sessão, terão que finalizar o plano geral de produção e ser capazes de dar início à correta pré-produção da curta-metragem deste curso de Cinemalogia 7, gerindo as prioridades e imprevisibilidades da melhor maneira.

Além disto, será dada uma noção geral de como levantar projetos, tanto de ficção como de documentários, antes de chegar à fase de pré-produção. Como fazer um dossier, como vender o meu projeto e arranjar financiamento? Quais as principais fontes de financiamento?
E depois, como distribuir?

Ao longo da sessão, serão dados vários exemplos de casos práticos e será exibido o making of da última curta-metragem de Pedro Magano, “Luana”, da Pixbee.

Plano de Sessão

  • Explicação das funções dentro do departamento de Produção;
  • Explicação das funções de cada elemento da equipa, dos restantes departamentos, e qual a relação entre eles e Produção;
  • Elaboração do breakdown|découpage do guião;
  • Definir as responsabilidades de cada equipa, como articular as necessidades de cada uma delas durante a pré-produção e aprender a definir prioridades;
  • Aprender a fazer repérage e localização técnica;
  • Orçamento, o que ter em conta?;
  • Licenças, seguros e autorizações;
  • Elaboração do calendário geral de produção (especificando todas as reuniões, ensaios, testes e compras necessárias até o dia 1 de rodagem);
  • Elaboração do plano geral de rodagem;
  • Simulação da elaboração das ordens de rodagem de cada dia;
  • Lista de compras de produção.

No fim de sessão, se houver tempo, serão dadas noções sobre o processo de financiamento dos projetos cinematográficos e as diferenças entre planificar a produção de um documentário e a produção de uma ficção.

Materiais Necessários à Produção do Módulo

Cada aluno deve trazer o guião da curta-metragem, finalizado no módulo anterior.
Além disso, se possível, um portátil, com os programas word e excel.

Local

A definir

Data e Horário

26 de Novembro
9:00 — 18:00
8 horas

Inscrições

60€ estudantes / 80€ público geral
10% desconto para associados
Lotação máxima de 20 formandos

Inscrever
Liliana Lasprilla

Liliana LasprillaProdutora

LILIANA S. LASPRILLA (Venezuela, 1987) licenciada em Novas Tecnologias da Comunicação em Aveiro (2008), especializou-se posteriormente em Produção Cinematográfica na ECAM - Escuela de Cinematografia de Madrid. Em Espanha participou em longas-metragens internacionais tais como "Death of a Pilgrim", "The Cold Light of Day" e na produção de curtas-metragens, entre elas "Verbenas" de Ana Rodriguez, "El Secreto del Circo", "The beach" de Elisa Cepedal ou “Estocolmo”, de Juan Viruega. Em 2011 começa a sua trajetória na área documental com "Tánger Gool", de Juan Gautier, rodado entre Espanha e Marrocos. Em Portugal continuou o seu percurso na Red Desert Films, dedicada ao desenvolvimento e à internacionalização dos documentários em mercados tais como o do Festival Clermont Ferrand ou o Cross Video Days (FR). Desde 2014, a Liliana é a produtora da PIXBEE, sócia da EDN – European Documentary Network e recentemente foi Júri no Festival de Cinema Luso-Brasileiro (2016).