Pós-Produção de Som

Resumo

Conceito de som.

No início eram as imagens e as imagens eram o cinema e o cinema era chamado como a arte do silêncio.
E o silêncio é... som.

O som não tem velocidade.

Não precisa de se adaptar a uma interpretação imediata ou momentânea.
Pode ser tudo o que cada um fizer emotivamente com ele.

No som não existem respostas mas existe a definição das questões de uma narrativa.

Paralelamente ao programa vamos integrar estes conceitos de uma forma prática aos projectos a desenvolver na formação dos dias 28 e 29 de Abril.

Objectivos a atingir

Neste módulo de Pós-Produção de Som os formandos deverão compreender os processos de dobragem, mistura e conclusão do processo sonoro de um filme e como este é preparado para entrar em distribuição.

Plano de Sessão

O plano de trabalho para este módulo engloba várias fases deste processo, começando por definições de estrutura de som para cinema, descrição de processo de trabalho e membros de equipa da pós-produção de som. Durante o decorrer do módulo demonstrar-se-á vários exemplos que explicam o processo e mostram resultados de cada etapa de finalização aplicado em situações de referência em filmes concluídos bem como no trabalho desenvolvido ao longo do curso.

1. Estrutura de som para cinema e TV
2. Equipa de pós-produção – membros e funções
3. Etapas de pós-produção de som
4. Montagem de som direto
5. Dobragens
6. Montagem de efeitos sonoros
7. Gravações adicionais
8. Ruídos de sala (Foley)
9. Tratamento de música
10. Estúdio de mistura
11. Processo de mistura de som
12. Normas e padrões de gravação
13. Alteração de velocidade / duração
14. Produtos finais
15. Discussão e esclarecimentos

Durante o trabalho vão ser exibidos vários exemplos do processo de trabalho:
a. material depois de edição de imagem
b. material depois de edição de som direto
c. material depois de edição de efeitos sonoros
d. ruídos de sala
e. mistura final para cinema
f. mistura final para TV/DVD
g. banda internacional (M&E)

Material necessário

Computador com software de edição de audio (ProTools)
Auscultadores.
Disco Duro com os brutos de audio e print do filme produzido.

Local

Departamento de Engenharia Informática, Pólo II
Pinhal de Marrocos, Coimbra

Data e Horário

28 a 29 de abril
9:00 — 18:00
16 horas

Inscrições

80€ estudantes / 120€ público geral
10% desconto para associados e membros UAb
Lotação máxima de 20 formandos

Inscrever

Formador

Miguel Martins

Miguel Martinssound designer e recording mixer

Miguel Martins (1975, Lisboa) sound designer e recording mixer. Desde 2001 trabalhou em mais de 80 filmes entre curtas e longas metragens. Trabalhou também como director musical (filmes, séries) fez sound design para rádio, publicidade, animação e cinema. Os seus últimos trabalhos de sound design estão nos filmes El Dorado XXI de Salomé Lamas e Rio Corgo de Sérgio Costa e Maya Kosa presentes na Berlinale. Em 2015 trabalhou também com Miguel Gomes na trilogia “ As Mil e Uma Noites” tendo sido distinguido pela European Film Association com o prémio Best Sound Design 2015. Ao longo do deste tempo trabalha com realizadores como Manoel de Oliveira, Fernando Lopes, Raoul Ruiz, João Nicolau,João Vladimiro todos eles presentes e/ou premiados nos mais diversos festivais de cinema. Trabalha regularmente em Lisboa, Genebra e Paris.

Outros Módulos

  • Distribuição (<span class="numbers">8</span>h)

    Distribuição (8h)

    Maria João Mayer
    — 31 de Maio de 2018
    9:30 — 18:30
    60€ estudantes / 80€ público geral