Rodagem

Rodagem da curta "Banho de Paragem"

Resumo

Desde o seu aparecimento em 1896 que a “sétima arte” é considerada a mais complexa forma de expressão artística. Visual, sonora, memorável, inspiradora, modificadora de indivíduos e gerações.

Uma linguagem tão impactante na sociedade contemporânea, que é adoptada pela maior parte dos meios de comunicação e expressão visual, desde a televisão, publicidade, mercado de videojogos, influenciado mesmo até a literatura, a música, a pintura, a dança, a escultura, a arquitetura.

Uma arte que incorpora e usa, técnicas e formas de expressão “aprendidas” noutras artes, na criação, no planeamento, na execução, na “relação com o público”, na linguagem e na materialização de uma infinidade de emoções.

E se durante anos, fazer filmes era uma arte acessível apenas a alguns... Hoje, com a quantidade de meios técnicos disponíveis, é possível produzir mesmo com menos recursos, trabalhos tão interessantes que chegam às salas de cinema.

Mas fazer cinema, a arte ou a ciência de fazer filmes, exige na verdade uma série de conhecimentos e competências, técnicas e artísticas, assim como metodologias de observação, análise e criação.

Neste módulo de rodagem, pretende-se transmitir e desenvolver os principais conhecimentos e competências técnicas e artísticas necessárias à realização de um projeto cinematográfico de baixo orçamento – Low/Micro Budget. Desde a concepção e desenvolvimento de uma ideia à sua exibição numa tela de cinema, passando pela análise de um guião, planificação do mesmo, formação de equipa, direção de atores, filmagem, análise do material filmado e ideias de edição. Habilitando os formandos a produzirem uma curta-metragem com os conhecimentos adquiridos.

Objectivos a atingir

Dotar os formandos de conhecimentos teóricos e práticos essenciais para a realização de um filme Low/Micro Budget.

Plano de Sessão

- Regras e dicas da produção Low/Micro Budget. Exemplos práticos.

- Linguagem e estética cinematográfica. Direção de Fotografia, Arte, Som e Música.

- Planos, enquadramentos e movimentos. Composição e Opções narrativas.

- Estrutura Humana e Técnica de uma produção cinematográfica.

- O guião, a estrutura, as personagens e os ambientes. Script Breakdown.

- Exercícios práticos de direção de atores.

- Exercícios práticos de realização.

- Visualização e análise das imagens produzidas.

Metodologia

Cada formando irá realizar uma parte de uma curta-metragem e dirigir atores profissionais. Além da realização, irá experimentar as diversas tarefas de uma equipa de rodagem (som, anotação, câmara, etc.).

Local

A definir

Data e Horário

2 e 3 de Dezembro
9:00 — 18:00
16 horas

Inscrições

70€ estudantes / 90€ público geral
10% desconto para associados
Lotação máxima de 20 formandos

Inscrever
André Badalo

André BadaloArgumentista/Realizador

André Badalo, 35 anos, argumentista, produtor e realizador com contrato assinado com a distribuidora Warner Brothers. Licenciado em cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e formado em Realização e Direção de Atores na University of Southern California em Los Angeles, em Microbudget Film Production no BingerLab em Amsterdão e Robert McKee’s Scriptwriting Story e Love Story na University of Westminster em Londres. Realizou as curtas-metragens “História de Papel”, “Shoot Me” e “Catarina e os Outros”, com Diogo Infante, Maria João Bastos e Victoria Guerra nos papéis principais, filmes que ganharam dezenas de prémios em festivais internacionais. Em Los Angeles, trabalhou com o realizador Bryan Singer (X-Men, The Usual Suspects) que sobre o trabalho de André Badalo menciona: “exquisite and admirable use of camera withintense and outstanding performances". Foi um dos 9 realizadores internacionais convidados para co-realizar o filme “Baku I Love You”, com um elenco internacional: Asia Argento, Alessandro Bertolucci e Eysan Özhim e produzido pela Mos Film do realizador russo Konchalovskiy (House of FoolsMaria'sLoversTango and Cash). Sobre o trabalho de André Badalo, Konchalovskiy menciona: “precise and romantic withthe camera, fearless and meticulous with the actors". Em pós-produção está a longa-metragem “Portugal não está à venda”, escrita e realizada por André Badalo, com Pedro Teixeira, Ana Zanatti, Dalila Carmo, São José Correia, Rita Pereira, Maria Vieira e Paulo Pires nos papéis principais, filme que será distribuído nos cinemas pela NOS Lusomundo em 2018.