Catarina Burnay Universidade Católica Portuguesa

Pós-Doutorada em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (2015) e Doutora na mesma área, com a tese "A Açorianidade na Ficção da RTP-Açores (1986-2007)", pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, Instituição onde iniciou a sua carreira académica, em 2002.


Pro­fes­sora Auxi­liar Con­vi­dada da FCH/​UCP desde 2011, é Coor­de­na­dora da Licen­ci­a­tura em Comu­ni­ca­ção Social e Cul­tu­ral.
Inves­ti­ga­dora do Cen­tro de Estu­dos de Comu­ni­ca­ção e Cul­tura (CECC) (linha de inves­ti­ga­ção Media, Tech­no­logy, Con­texts), asse­gura a coor­de­na­ção da equipa por­tu­guesa para o Obser­va­tó­rio Ibe­ro­a­me­ri­cano da Fic­ção Tele­vi­siva (OBITEL).
As suas prin­ci­pais áreas de inves­ti­ga­ção são os estu­dos tele­vi­si­vos, a fic­ção tele­vi­siva na ótica da pro­du­ção e da rece­ção, estra­té­gias de pro­du­ção e pro­gra­ma­ção, públi­cos e audi­ên­cias.