Lauro António

Lauro António

Licenciado em História, pela Faculdade de Letras de Lisboa. Realizador de cinema (Manhã Submersa e O Vestido Cor de Fogo), e de televisão (séries Histórias de Mulheres (ficção), Prefácio a Vergílio Ferreira, O Zé Povinho na Revolução, Vamos ao Nimas, José Viana, Maria Sobral Mendonça, A Paródia, Novo Elucidário Madeirense, Humberto Delgado: Obviamente, Demito-o!, (documentarismo), Cantando Espalharei… (poesia). Presença em centenas de Festivais e Semanas de Cinema Português. Diversos prémios, nacionais e internacionais. Filmes vendidos para circuitos comerciais e televisões de dezenas de países – Europa, EUA, África e América Latina.

Crí­tico e ensaísta de cinema com mais de cinco deze­nas de obras publi­ca­das (O Cinema Entre Nós; Cinema e Cen­sura em Por­tu­gal; Hor­ror Film Show – O Cinema Fan­tás­tico nos Anos70; Jac­ques Tour­neur; David Cro­nen­berg; Figueira da Foz – 10 Anos de Fes­ti­val; Anuá­rio Vídeo, anos de 86, 87, 90; Cinema e Comu­ni­ca­ção Social; Lauro Antó­nio Apre­senta.., Ver­gí­lio Fer­reira, A Serra e o Cinema, José Viana, 50 Anos de Car­reira, A Memó­ria das Som­bras, O Ensino, o Cinema e o Audi­o­vi­sual, E Depois de Abril, Tá-Se Bem? (A Juven­tude em Por­tu­gal e no Mundo, depois de Abril de 1974). Cinema e Cen­sura em Por­tu­gal- 2º edi­ção, Citi­zen Kane (guião), O Ves­tido Cor de Fogo (guião), Edu­ca­ção Ambi­en­tal /​o Audi­o­vi­su­ais no Ensino, etc.), Colec­ção Cine Clube” (29 volu­mes), Os Cine­mas da Europa” (Oei­ras, 2012). Cinema Ame­ri­cano, Época de Ouro, 19301960” (Oei­ras, 2015), Época de Ouro Cinema Ita­li­ano, 19401970” (Oei­ras, 2015)., Fil­mes com His­tó­ria”, etc. Direc­tor de diver­sas publi­ca­ções de cinema e vídeo (Enqua­dra­mento; Isto é Espec­tá­culo; Isto é Cinema e Vídeo Som).
Tem exer­cido regu­lar­mente a crí­tica cine­ma­to­grá­fica em nume­ro­sas publi­ca­ções, des­ta­cando-se a sua cola­bo­ra­ção no Diá­rio de Lis­boa (19671975), Opção (19771978), Diá­rio de Notí­cias (1976198), Mais, A Capi­tal, Diá­rio Popu­lar, Diá­rio de Lis­boa (2ª fase), e O Comér­cio do Porto, A Bola, Jor­nal do Fun­dão, Jor­nal do Spor­ting, revista His­tó­ria, The Best Wines, etc.
Autor de vários pro­gra­mas de cinema na rádio (RDP, Rádio Comer­cial, Rádio Clube Por­tu­guês, Rádio Geste, etc).
Autor do pro­grama O Musi­cal no Cinema (Antena 2, 1997 – 2000).
Autor e ence­na­dor de tea­tro (A Ence­na­ção, etc.).
Diri­gente cine­clu­bista (Cine Clube Uni­ver­si­tá­rio de Lis­boa, ABC Cine Clube de Lis­boa, nos anos 60).
Direc­tor de pro­gra­ma­ção das salas de cine­mas de arte e ensaio Estú­dio Apolo 7O (entre 19691985); Calei­dos­có­pio (l973-l975) e Foco, no Porto (l972-l974);
Direc­tor de diver­sos Fes­ti­vais de Cinema (Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Lis­boa, 1966; Fes­troia, 1989; Fes­ti­Vi­ana, Viana do Cas­telo, desde 1990; Video Viana, desde 1995; Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Por­ta­le­gre, 1988 – 1990; FACE, 1990; Fes­ti­val Esco­lar de Vídeo (19931996), Forum Aço­ri­ano de Cinema, 1998/​1999), Cine Eco (Cinema e Ambi­ente), Seia, Serra da Estrela, 1995 – 2010; Fama­fest (Cinema e Lite­ra­tura, Fama­li­cão, 1999 – 2010), Fes­ti­val O Cas­telo em Ima­gens” (Por­tel – 2003 – 2012),
Coor­de­na­dor do grupo Cinema e Audi­o­vi­sual”, do Minis­té­rio da Edu­ca­ção, encar­re­gue de inte­grar esta dis­ci­plina no sis­tema de ensino por­tu­guês (entre 1990 – 93).
Mem­bro de Júri de diver­sos Fes­ti­vais de Cinema, em Por­tu­gal e no Estran­geiro (Cine de Humor de La Coruña; San­ta­rém; Figueira da Foz; Fan­tas­porto; Tomar; Val­la­do­lid; Tróia; Avança; Fes­ti­vi­deo; Buda­peste (Pré­mio da Crí­tica Inter­na­ci­o­nal); Cina­nima, Aveiro, FIPA, Biar­ritz, FICA (Goias, Bra­sil), Ourense (Espa­nha), Turim (Cine­mam­bi­ente, 2007), Black & White”, etc.).
Pro­fes­sor adjunto no Curso de Tec­no­lo­gias de Comu­ni­ca­ção Audi­o­vi­sual, do Ins­ti­tuto Poli­téc­nico do Porto.
Pro­fes­sor de cinema e audi­o­vi­sual (IADE, ISCEM, Uni­ver­si­dade Nova, Cine Forum do Fun­chal, Uni­ver­si­dade Moderna ([email protected]), etc). Coor­de­na­dor do Forum Aca­dé­mico de Cinema do Porto (no ISEP), das ses­sões de Cine Clube, da Bibli­o­teca Museu da Repú­blica e Resis­tên­cia e das ses­sões The Won­der­full- Cine­ma­tó­grafo”, São Luiz. Orga­niza pre­sen­te­mente ses­sões na Bibli­o­teca Almeida Gar­rett, no Porto: Invicta Fil­mes (20102012). Mas­ter­class” (Audi­tó­rio Muni­ci­pal de César Bata­lha, Oei­ras) sobre Os Cine­mas da Europa” (2011); A Época de Ouro do Cinema Ame­ri­cano – 19401960” (2012); A Época de Ouro do Cinema Ita­li­ano” (2013); O Melhor do Cinema Inglês (19352000)” (2014). Mas­ter­class” sobre O Fado no Cinema”, no Fest’Afilm, Mont­pel­lier, 2012. Orga­niza Cinema na Rei­to­ria” (iní­cio com o ciclo Duas Cri­ses em Con­fronto” (2013), As Teias da Lei” (2014) (Rei­to­ria da Uni­ver­si­dade de Lis­boa); Mas­ter­class sobre Os Mise­rá­veis no Cinema” (2013) (Ins­ti­tuto de Estu­dos Por­tu­gue­ses do Séc. XVIII e Bibli­o­teca Museu Repú­blica e Resis­tên­cia). Foi durante seis anos con­se­lheiro da TVI – Canal 4 para a área do cinema e autor e apre­sen­ta­dor do pro­grama Lauro Antó­nio Apre­senta…”.
Pre­sen­te­mente escreve no Jor­nal I e é tam­bém autor de vários blo­gues, entre os quais Lauro Antó­nio Apre­senta” (http://​lau​ro​an​to​ni​o​a​pre​senta​.blogs​pot​.com/).