Margarida Leitão Realizadora

Margarida Leitão formou-se em montagem de cinema e é mestre em Desenvolvimento de Projeto Cinematográfico, na especialidade Dramaturgia e Realização, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Além de se dedicar à realização, trabalha regularmente como montadora e anotadora. Atualmente é professora na área da montagem na Escola Superior de Teatro e Cinema, e do documentário na ETIC- Escola de Tecnologias Inovação e Criação.

A sua primeira curta "Kilandukilu/Diversão" ganhou uma menção honrosa no Festival Internacional de Curtas de Vila do Conde. Realizou várias curtas metragens de ficção e documentários que foram exibidos em festivais por todo o mundo e na televisão. Os filmes “A Ferida” e “Muitos Dias tem um Mês” tiveram estreia comercial. O seu último filme, "Gipsofila", além de outros prémios nacionais e internacionais, recebeu o Prémio Especial do Júri no Festival Internacional de Turim. O seu trabalho recente explora imagens de arquivo familiar ou cinematográfico, perscrutando as fronteiras do ensaio audiovisual. "Gestos do Realismo" é citado na lista dos melhores ensaios audiovisuais de 2016 pela Fandor.


Filmografia

[2015] Ges­tos do Rea­lismo (5′, Ensaio Audi­o­vi­sual)

[2015] Gip­so­fila (61′, Docu­men­tá­rio)

[2015] Mulher Ideal (10′, Fic­ção)

[2014] Juven­tude Brava (52′, Docu­men­ta­rio)

[2013] Cara a Cara (69′, Docu­men­ta­rio)

[2011] Zoo (14′, Fic­ção)

[2011] Design Atrás das Gra­des (56′, Docu­men­tá­rio)

[2009] Mui­tos Dias Tem o Mês (91′, Docu­men­tá­rio)

[2009] Matar o Tempo (20′, Docu­men­tá­rio)

[2005] Parte de Mim (14′, Fic­ção)

[2003] A Ferida (16′ Fic­ção)

[1998] Kilandukilu/​Diversão (24, Docu­men­tá­rio)