Maria Vieira

Maria Vieira

Estreou-se como atriz no extinto Teatro Adóque, com a peça Paga as favas (1981); interpretação que lhe valeu, de imediato, o Troféu Nova Gente como Revelação do Teatro de Revista, tendo no ano seguinte sido agraciada com o Prémio da Imprensa, na categoria de Teatro Ligeiro. Na televisão, começa por colaborar com Júlio Isidro no programa Festa é Festa, iniciando depois uma longa relação profissional com Herman José, que a leva a integrar o elenco dassitcoms Hermanias (1984), Humor de Perdição (1987), Casino Royal (1989), Crime na Pensão Estrelinha (1990), Herman SIC (2000/06), Serafim Saudade - o regresso do herói (2001), O Fabuloso Destino de Diácono Remédios (2002) ou Hora H (2007). Participa ainda no popular concurso apresentado por Carlos Cruz 1, 2, 3 (1985), nos espetáculos para televisão Grande Noite (1990), de Filipe La Féria, nas séries Alentejo sem Lei (1991) de João Canijo, e Encontros Imediatos(1993), e fez rábulas no talk show da tarde da RTP, Portugal no Coração(2007/2008).


Tra­ba­lhou tam­bém no Bra­sil, inter­pre­tando a per­so­na­gem Aurora na tele­no­vela Negó­cio da China, escrita por Miguel Fala­bella. O seu último tra­ba­lho naquele país foi a per­so­na­gem Bri­tes na tele­no­vela Aquele Beijo, do mesmo autor.

Ao longo da sua car­reira tra­ba­lhou com os ence­na­do­res Fran­cisco Nichol­son, Filipe La Féria, Fer­nando Gomes, Car­los Avi­lez, Mário Vie­gas e Antó­nio Pires, sendo o seu último tra­ba­lho no tea­tro o monó­logo A Boba de Maria Estela Gue­des, diri­gida por Car­los Avi­lez no Tea­tro Expe­ri­men­tal de Cas­cais. Em Abril de 2010 foi galar­do­ada com o Tro­féu TV 7 Dias, como melhor actriz na cate­go­ria de humor, refe­rente ao ano de 2009.

Publi­cou, em coau­to­ria com Fer­nando Rocha, seu marido, os livros Via­gens da Par­ra­chita (2004), As Minhas Via­gens (2005) e Às Vol­tas com o Mundo (2006). Em Junho de 2010, mais uma vez em co-auto­ria com Fer­nando Rocha, publica o seu quarto livro de via­gens – A Des­co­berta do Bra­sil por Maria Vieira e Fer­nando Rocha” – com pre­fá­cio de Miguel Fala­bella. Em 2013 estreou no cinema fran­cês com o filme A Gai­ola Dou­rada” de Ruben Alves, em que inter­preta o papel de Rosa. Fez parte do elenco do espec­tá­culo diri­gido por Filipe Lá Féria – A Grande Revista À Por­tu­guesa” no Tea­tro Poli­te­ama.

Inte­grou o elenco de Os Filhos do Rock”, série de época exi­bida na RTP entre 2013/​2014. Em 2014 ganhou o Pré­mio Lumen, na Cate­go­ria de Actriz de Comé­dia, atrí­buido pela RTP.

Em 2015 estreia-se no cinema ale­mão, inte­grando o elenco de Before Dawn”, um filme sobre a vida do escri­tor aus­tríaco Ste­fan Zweig, diri­gido pela rea­li­za­dora ger­mâ­nica – Maria Sch­ra­der. Em Julho de 2015, diri­gida por Car­los Avi­lez, estreia a peça de Hen­rik Ibsen – Peer Gynt – no Tea­tro Expe­ri­men­tal de Cas­cais, inter­pre­tando o papel de Aase. Ainda em Julho de 2015 volta à RTP para inte­grar o elenco do «Focus Group» no pro­grama Agora Esco­lha”.