Ricardo Boléo

Ricardo Boléo Dramaturgo

É Mestre em Teatro – especialização em Artes Performativas – Escritas de Cena pela Escola Superior de Teatro e Cinema (2013), Licenciado em Estudos Artísticos pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2011) e frequentou as Faculdades de Comunicação, História e Letras assim como a Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, Brasil (2009/2010).

Em 2014 é-lhe atri­buída a Bolsa Jovens Cri­a­do­res CNC/​IPDJ.

Publica os títu­los de poe­sia Segre­dos (2007), Quem Não Dor­miu (2010) e Memó­rias de Sal (2013).

Rea­li­zou a última entre­vista con­ce­dida pelo dra­ma­turgo Jaime Sala­zar Sam­paio, publi­cada pela revista Os Meus Livros (2010).

Escre­veu diver­sos tex­tos acerca de arte e cul­tura para publi­ca­ções regi­o­nais e naci­o­nais, des­ta­cando-se o ensaio Pedra-de-toque – a pala­vra na men­sura do gesto magis­tral na pri­meira edi­ção de Inér­cia de Fer­nando Pes­soa (2014).
Para tea­tro publica A Rai­nha de Tra­pos (2013), Éter (2013) e um volume com os tex­tos Fuga [sem saída]Tem­pe­ran­tia – Estou de dieta! (2011).

No Bra­sil publica o texto Nóbrega (2010) do qual são rea­li­za­das lei­tu­ras dra­ma­ti­za­das no Tea­tro Gam­boa Nova, em Sal­va­dor.
No âmbito das Lei­tu­ras no Mos­teiro, orga­ni­za­das pelo Cen­tro de Docu­men­ta­ção do Tea­tro Naci­o­nal São João no Porto, é lido o seu texto Terra (2013).
Tem tra­ba­lhado regu­lar­mente como dra­ma­turgo, dra­ma­tur­gista, ence­na­dor e intér­prete tanto em tea­tros (Tea­tro Turim, Tea­tro da Trin­dade, Tea­tro Naci­o­nal D. Maria II, etc.) quanto em espa­ços não con­ven­ci­o­nais (Ani­ma­tó­grafo do Ros­sio, Arma­zéns Abel Pereira da Fon­seca, etc.) em diver­sos espe­tá­cu­los, dos quais se des­ta­cam Ionesco’s (2002), Tem­pe­ran­tia – Estou de dieta! (2009), O Mundo é Mara­vi­lhoso (2011), Éter (2013), A Rai­nha de Tra­pos (2013), A Mais Terna Ilu­são (2013), Inér­cia (2014), Radi­o­gra­fia de um nevo­eiro imper­tur­bá­vel (2014), A morte do Prín­cipe (2016), entre outros.

É ainda for­ma­dor nas áreas de ini­ci­a­ção à prá­tica tea­tral, escrita para tea­tro e dra­ma­tur­gia, tendo ori­en­tado for­ma­ções para cri­an­ças e adul­tos em Por­tu­gal, Bra­sil e Cabo Verde.