Rui Veiga

Rui Veiga Cinema Documental

Obteve o título de Realizador pela École Superieure de Realization Audiovisuelle. Realizou e escreveu filmes curtos e institucionais, produziu publicidade, concebeu e participou nas primeiras experiências de TV periódica e regional (24 Heures du Mans). É membro do painel de Jurados do ICA.

Frequentou 3 anos do curso de Engenharia Civil no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (1975).
Estudou Sociologie et Image em Paris VIII - Vincennes.

É artista residente na "Ephemére", Centro de Arte Contemporânea.
Criou a Boomerang Comunication: trabalho sobre a junção estratégica de arte/indústria, é consultor de ficção da RTP e integra a equipa de pesquisa, seleção, e acompanhamento da escrita de "argumentos", com o Carlos Saboga, na SiC Filmes.
A partir de 1994/5 produziu longas-metragens e telefilmes em Portugal, com o António da Cunha Telles e foi operador de imagem no Canal+ e repórter de imagem em Paris para a Sverge radio (TV Scandinave)..

Trabalha com adaptação na literatura, de séries para tv; diálogos para cinema; é ator e pintor e realiza, frequentemente, exposições individuais e coletivas.
Criou a agência de comunicação "Alto Plano", em Lisboa.

Integrou a equipa organizadora da EXPO 98, com o arquiteto Pier Luigi Cerri e H. Cayatte, na direção de produção e implantação do sistema de comunicação em gestão de fluxos (sinalética e afins) e esteve presente no Festival do Cinema Americano de Deauville, em Cannes.

Como docente: escrita para televisão e para cinema: na Arte 6, na Epic, na EPI, na Universidade Moderna e na Universidade Independente. Mais recentemente na Universidade do Minho, a produção e a realização de documentários, numa perspectiva histórica do pensamento - da necessidade e da expressão individual como arte.