Ensinar com o cinema: educação e valores

doutor joaquim escola

A pre­sença do cinema como recur­sos de ensino vai mar­cando de forma, por vezes tímida, mas sig­ni­fi­ca­tiva o modo como em algu­mas áreas dis­ci­pli­na­res, os pro­fes­so­res, em várias áreas de conhe­ci­mento, níveis e em ins­ti­tui­ções edu­ca­ti­vas, abor­dam deter­mi­na­dos con­teú­dos.

Creio que a uti­li­za­ção do cinema cons­ti­tui um pode­roso auxi­liar para tra­ba­lhar com os alu­nos ques­tões muito diver­si­fi­ca­das, per­mi­tindo de forma mais moti­va­dora a com­pre­en­são de pro­ble­má­ti­cas com­ple­xas ou dis­tan­tes das vivên­cias em ter­mos espa­ci­ais e tem­po­rais. Con­tudo a apro­xi­ma­ção a algu­mas pro­ble­má­ti­cas a par­tir do uni­verso cine­ma­to­grá­fico criam con­di­ções para que cri­an­ças ou mesmo os jovens façam a expe­ri­ên­cia de uma refle­xão sobre algu­mas ques­tões desa­fi­an­tes da con­tem­po­ra­nei­dade. Nesta comu­ni­ca­ção apre­sen­tar algu­mas das abor­da­gens que têm sido fei­tas com recurso ao cinema