• 860379_559813517376618_1166063344_o.jpg

    Maria João Mayer ensina metodologias de distribuição

    Devido a moti­vos de saúde a orga­ni­za­ção do curso de cinema Cine­ma­lo­gia’ adiou a rea­li­za­ção do módulo de Dis­tri­bui­ção de Cinema. A repo­si­ção desta for­ma­ção ocor­rerá a 31 de maio, das 9h30 às 18h30 no Depar­ta­mento de Enge­nha­ria Infor­má­tica da Uni­ver­si­dade de Coim­bra.

    O pro­grama pre­visto está dis­po­ní­vel em www​.cami​nhos​.info/​d​i​s​t​r​i​b​uicao, bem como será ainda pos­sí­vel a ins­cri­ção nesta acção de for­ma­ção.

    saber mais

  • 12291193_1102325293125435_9125962304095892061_o.jpg

    Modelos de Distribuição de Cinema encerram a 8.ª edição do Curso de Cinema cinemalogia’

    A essên­cia do pro­cesso de dis­tri­bui­ção de um filme é o tema abor­dado neste último módulo da oitava edi­ção do curso de cinema Cine­ma­lo­gia”.

    Rea­li­zar cinema é uma ati­vi­dade per­ma­nen­te­mente afe­tada por ques­tões comer­ci­ais, pois sendo o seu obje­tivo a exi­bi­ção pública, os seus cir­cui­tos de dis­tri­bui­ção e exi­bi­ção estão sujei­tos às leis do mer­cado. Deste modo, os pro­ces­sos de dis­tri­bui­ção e a par­ti­ci­pa­ção no cir­cuito de fes­ti­vais de cinema, bem como no cir­cuito comer­cial, estão no cen­tro da for­ma­ção para o módulo de Dis­tri­bui­ção com a pro­du­tora cine­ma­to­grá­fica Maria João Mayer.

    saber mais

  • 19553881_10212771276347013_6493518807451681768_n.jpg

    As Estruturas Narrativas por Daniel Ribas

    A 1 de maio o cine­ma­lo­gia recebe Daniel Ribas con­­cluindo-se a oferta for­ma­tiva teó­rica desta oitava edi­ção do curso de cinema – Cine­ma­lo­gia. O objec­tivo das pró­xi­mas oito horas é per­ce­ber as fer­ra­men­tas e meto­do­lo­gias para a cons­tru­ção do sen­tido fíl­mico para o espec­ta­dor. As ins­cri­ções ainda se encon­tram dis­po­ní­veis.

    saber mais

  • 23316342_133418787419330_4843277155508046908_n.jpg

    Miguel Martins partilha experiências da Pós-Produção de Som

    No pró­ximo fim de semana de 2829 de abril os Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês pro­mo­vem o módulo de Pós-Pro­­du­­ção de Som com o Sound Desig­ner e Recor­ding Mixer Miguel Mar­tins. O plano de tra­ba­lho para este módulo engloba várias fases deste pro­cesso, come­çando por defi­ni­ções de estru­tura de som para cinema, des­cri­ção de pro­cesso de tra­ba­lho e mem­bros de equipa da pós-pro­­du­­ção de som. Durante o decor­rer do módulo demons­­trar-se-á vários exem­plos que expli­cam o pro­cesso e mos­tram resul­ta­dos de cada etapa de fina­li­za­ção apli­cado em situ­a­ções de refe­rên­cia em fil­mes con­cluí­dos bem como no tra­ba­lho desen­vol­vido ao longo do curso.

    saber mais

  • DSC_0341-2.jpg

    Call for Papers 5.º Simpósio Fusões no Cinema

    Está aberto até 15 de Setem­bro o Prazo para a Recep­ção de Pro­pos­tas de Comu­ni­ca­ção no 5.º Sim­pó­sio Inter­na­ci­o­nal Fusões no Cinema que irá decor­rer de 2324 de Novem­bro de 2018 em São João da Madeira.

    saber mais

  • 20180328_15-15-07-sousa-bastos-1.jpg

    Que faremos nós com estas imagens?

    A oitava edi­ção do curso de cinema Cine­ma­lo­gia” entra agora na sua última fase: a pós-pro­­du­­ção. Depois da for­ma­ção teó­rica, seguiu-se a veia mais prá­tica deste curso de cinema docu­men­tal, na qual os for­man­dos tive­ram a opor­tu­ni­dade de pro­du­zir um docu­men­tá­rio com base no tema da 20ª Semana Cul­tu­ral da Uni­ver­si­dade de Coim­bra, As casas, oh as casas”.

    Con­cluída a roda­gem, a pós pro­du­ção é a etapa sub­se­quente, pau­­tando-se pelas fases de mon­ta­gem, edi­ção e fina­li­za­ção, desig­na­da­mente no que toca ao áudio, à ima­gem e à cor­re­ção de cor, con­tando com a ori­en­ta­ção do mon­ta­dor Tomás Bal­ta­zar, do colo­rista Nuno Gar­cia ou dos desig­ners de som Luís AnteroMiguel Mar­tins. Res­tam ainda 72 horas de for­ma­ção, entre os dias 7 e 29 de abril, para conhe­cer e apren­der os vários pas­sos desta fase final da pro­du­ção de uma obra cine­ma­to­grá­fica, con­­ju­­gando-se o saber teó­rico com o saber prá­tico apli­cado no desen­vol­vi­mento de um docu­men­tá­rio. Há ainda espaço para estu­dar os pro­ce­di­men­tos e meca­nis­mos ine­ren­tes à dis­tri­bui­ção de cinema e como se esta­be­le­cem os cir­cui­tos comer­ci­ais e de fes­ti­val dos fil­mes.

    As ins­cri­ções con­ti­nuam aber­tas em www​.cami​nhos​.info/​c​i​n​e​m​a​l​o​g​i​a​/​i​n​s​c​ricao.

    saber mais

  • 4536.jpg

    Gravar, Filmar, Fotografar, Registar!

    Che­gou a etapa deci­siva da oitava edi­ção do Cine­ma­lo­gia – Curso de Cinema Docu­men­tal. Durante as pri­mei­ras 40 horas deste curso os for­man­dos foram intro­du­zi­dos às meto­do­lo­gias de inves­ti­ga­ção e pla­ne­a­mento de uma pro­du­ção de docu­men­tá­rio. As casas, oh as casas”, são o mote cen­tral desta pro­du­ção e da 20.ª Semana Cul­tu­ral da Uni­ver­si­dade de Coim­bra, e foi com Antó­nio Morais e agora com David BadaloPedro Magano que os for­man­dos vão domi­nar as téc­ni­cas de pro­du­ção de ima­gem e som aten­dendo à for­mu­la­ção da casa como um dis­po­si­tivo tran­si­tó­rio pro­du­tor de memó­rias e mode­la­dor de pes­soas. Acha que pode con­tri­buir para esta inves­ti­ga­ção? Escreva-nos para [email protected]​caminhos.​info

    saber mais

  • Coimbra_-_Praça_do_Comércio_ou_Praça_Velha-e1521127067244.jpg

    Da Teoria à Prática

    O curso de cinema docu­men­tal – cine­ma­lo­gia – pro­mo­vido pelos Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês, com­pleta este fim de semana a sua com­po­nente teó­rica com uma via­gem gui­ada por Ricardo Leite pela his­tó­ria do docu­men­tá­rio por­tu­guês. A prá­tica docu­men­tal começa no domingo, 18 de Março, pela cap­tura da ima­gem com a ori­en­ta­ção de Antó­nio Morais.

    saber mais

  • Cinemalogia-8-Banners-por-módulo-TV-1080p-Recovered-2_Page_01.jpg

    Margarida Leitão leciona módulo de História e Linguagem do Cinema

    Os for­man­dos serão apre­sen­ta­dos à his­tó­ria e teo­ria do cinema, ana­li­sando o desen­vol­vi­mento da lin­gua­gem e esté­tica cine­ma­to­grá­fica, desde a sua ori­gem até à atu­a­li­dade. Ins­cri­ções ainda dis­po­ní­veis em www​.cami​nhos​.info/​c​i​n​e​m​a​l​o​g​i​a​/​i​n​s​c​ricao

    saber mais

  • Cinemalogia-8-Banners-por-módulo-03.jpg

    Curso de Cinema – Cinemalogia 8 – inicia este fim de semana

    Sobre a éfige d’As Casas o curso de cinema – Cine­ma­lo­gia – pro­cura ensi­nar os méto­dos de pro­du­ção de um docu­men­tá­rio. A for­ma­ção arranca sob a ori­en­ta­ção de Cata­rina Alves Costa dando aos for­man­dos as fer­ra­men­tas neces­sá­rias para Inves­ti­ga­ção, Escrita e Pla­ne­a­mento da pro­du­ção.

    saber mais

  • 34081912195_4906c660d9_o.jpg

    Prolongamento da Campanha de Inscrições até 5 de Março

    Con­si­de­rando o forte inte­resse na oitava edi­ção do curso de cinema docu­men­tal Cine­ma­lo­gia demons­trado nas últi­mas horas vem a orga­ni­za­ção pro­lon­gar o período de cam­pa­nha para as ins­cri­ções glo­bais pos­si­bi­li­tando a ins­cri­ção nas 160 horas de for­ma­ção, por 300€ para estu­dan­tes e 400€ para o público geral, até ao dia 5 de março.

    Por forma a que nenhum dos ins­cri­tos fique pre­ju­di­cado no seu plano de apren­di­za­gem face a esta alte­ra­ção os módu­los de His­tó­ria e Lin­gua­gem do Cinema, com Mar­ga­rida Lei­tão, e Estru­tu­ras Nar­ra­ti­vas, com Daniel Ribas, pas­sam a ser lec­ci­o­na­dos res­pec­ti­va­mente nos dias 14 de Março e 1 de Maio.

    saber mais

  • cinemalogia-8-banner-Website-01.png

    Curso de Cinema Documental – Cinemalogia 8

    Nesta oitava edi­ção do Curso de Cinema – Cine­ma­lo­gia os Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês pro­cu­ra­ram reno­var o seu pro­jecto peda­gó­gico e explo­rar das fron­tei­ras entre o real e a fic­ção, entre o cinema docu­men­tal e o fic­ci­o­nal, isto é o cinema de docu­fic­ção. Os objec­ti­vos gerais do pro­jecto vão para além da for­ma­ção de estu­dan­tes. Pre­­tende-se, de forma simi­lar às edi­ções ante­ri­o­res, que o curso seja capaz de pro­du­zir uma obra fíl­mica cuja qua­li­dade lhe per­mita a par­ti­ci­pa­ção em even­tos cine­ma­to­grá­fi­cos de relevo con­tri­buindo para o enri­que­ci­mento cur­ri­cu­lar e pro­fis­si­o­nal dos for­man­dos. Em cento e ses­senta horas o curso pro­põe treze módu­los essen­ci­ais para a com­pre­en­são do diá­logo cine­ma­to­grá­fico docu­men­tal.

    saber mais

  • DSC_0302-copy.jpg

    Os Vencedores da 23ª edição dos Caminhos do Cinema Português

    Neste último dia de fes­ti­val pode­mos con­tar com uma última ses­são da Sele­ção Cami­nhos e dos Cami­nhos Mun­di­ais, e com a tão aguar­dada ceri­mó­nia de entrega dos pré­mios aos fil­mes ven­ce­do­res.

    saber mais

  • ALTAScidadesOSSADAS2.jpg

    Rosas de Ermera” e Altas Cidades de Ossadas” em destaque no penúltimo dia dos Caminhos do Cinema Português

    Para ter­mi­nar o penúl­timo dia deste fes­ti­val, a ses­são das 21h45 decorre no TAGV. Ini­­cia-se com o filme de ani­ma­ção A gruta de Darwin” de Joana Toste, seguido da curta fic­ci­o­nal de Salomé Lamas, Coup de Grâce” e Altas Cida­des de Ossa­das” de João Sala­viza. Por último, Tar­ra­fal” do rea­li­za­dor por­tu­guês João Para­dela, um docu­men­tá­rio que recu­pera a his­tó­ria dos pre­sos do campo de con­cen­tra­ção, bem como das pes­soas que vive­ram ao seu redor.

    saber mais

  • 26955796719_00dc7d4327_k.jpg

    Outro Eu surge ao quinto dia

    A 23ª edi­ção do Fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês segue para o quinto dia de exi­bi­ção de fil­mes, com um total de sete ses­sões. As ses­sões, do dia 1 de dezem­bro, ini­­ciam-se às 14:30 horas, no Mini – Audi­tó­rio Sal­gado Zenha, com Via­gens Filo­só­fi­cas” da série No Tri­lho dos Natu­ra­lis­tas”, rea­li­zado por Susana Nobre. Este epi­só­dio irá nar­rar as his­tó­rias sobre a ciên­cia moderna por­tu­guesa, levando-nos assim numa via­gem sobre o estudo da botâ­nica no decor­rer dos anos que remonta ao século XVIII. A Sele­ção Cami­nhos terá 3 exi­bi­ções, des­­ta­­cando-se a ses­são das 17:30 horas, no TAGV, com A Ilha dos cães” de Jorge Antó­nio, uma adap­ta­ção do romance Os Senho­res do areal” do escri­tor ango­lano Hen­ri­que Abran­ches. A ilha dos cães” conta com a par­ti­ci­pa­ção de Nico­lau Brey­ner, umas das suas últi­mas inter­pre­ta­ções, e de João Cabral, pre­sente na ses­são de aber­tura do Fes­ti­val. Tam­bém se poderá assis­tir aos fil­mes Já pas­sou” de Sebas­tião Sal­gado que rece­beu o Pré­mio para Melhor Curta Metra­gem Inter­na­ci­o­nal no 15º Rome Inde­pen­dent Film Fes­ti­val e, ainda, O dia em que as car­tas para­ram” de Cláu­dia Cle­mente que retrata uma pai­xão proi­bida vivida por um agente da PIDE e uma estu­dante uni­ver­si­tá­ria. A última ses­são da Sele­ção Cami­nhos come­çará às 21:45 horas, no TAGV, com a estreia da curta – metra­gem O Sapato” de Luís Vieira Cam­pos. Seguir-se-ão as curta – metra­gens Hei de mor­rer onde nasci” de Miguel Munhá, Humo­res Arti­fi­ci­ais” de Gabriel Antu­nes e Flo­res” de Jorge Jácome. Para ter­mi­nar pas­sa­rão os docu­men­tá­rios Longe da Ama­zó­nia” de Fran­cisco Car­va­lho e Tudo o que ima­gino” de Leo­nor Noivo. O quinto dia do fes­ti­val encerra com mais uma Mas­ter Ses­si­ons, com o tema O Outro Eu” com mode­ra­ção de Bruno Fon­tes e par­ti­ci­pa­ção de Leo­nardo Mateus, Jorge Antó­nio e Luís Vieira Cam­pos.

    saber mais

  • DSC_0572.jpg

    Ao quarto dia …

    A 23º edi­ção do Fes­ti­val Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês já vai a meio, mas ainda há mui­tos fil­mes a ser exi­bi­dos. No quarto dia do fes­ti­val, temos de novo um total de oito ses­sões.

    saber mais